thumb Incraprotesto

Invasores expulsos realizam protesto na sede do Incra

Famílias estão morando em acampamento à beira de ramal

Invasores da fazenda da Brama, localizada no ramal do Mutum, fecharam na noite desta quinta-feira, 20, a Estrada do Aviário, próximo à sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

Segundo informações colhidas no local, no dia 6 de janeiro deste ano, as mais de mil famílias que teriam invadido a fazenda foram retiradas devido a um mandado de reintegração de posse. As famílias ficaram desabrigadas,  passando a morar em um acampamento na beira do ramal.

Sem resposta e moradia, os invasores resolveram fechar a rua para chamar a atenção do superintendente do Incra, para que seja providenciado um lugar para eles morarem.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*