270817--cotidiano-festivalcancao-tvgazeta

Juventude solta a voz na final do FEC 2017

Festival Estudantil da Canção agitou a Concha Acústica

O Festival Estudantil da Canção chegou à grande final neste domingo. Os candidatos selecionados na etapa estadual soltaram a voz na Concha Acústica.

A estudante Eline Ramos percorreu 400 quilômetros para participar da final do Festival da Canção Estudantil. Ela mora em Tarauacá e apresentou uma canção autoral. “É uma música de apoio e o nome é Seja Feliz. A música fala para as pessoas não se importarem com o que as pessoas dizem na vida, e ser feliz”, disse.

Quem também veio de longe foi Eliza Lopes. A jovem, que espera um bebê, interpretou a canção Aleluia, de Gabriela Rocha.
Ao descer do palco, a emoção tomou conta. “Eu não ia participar por conta da gravidez, mas com apoio da minha família, que não pode estar aqui, e Deus eu cheguei até aqui. Tô muito feliz com a apresentação e quero agradecer a Deus por eu ter chegado aqui”, disse.

O jovem Fernando Oliveira, candidato de Rio Branco, com uma voz incrível, deixou o público de boca aberta. “Canto desde que me entendo por gente. Sempre cantei na igreja, mas em festival é a primeira vez. Acho que foi uma boa apresentação. Consegui passar minha mensagem, mas sempre dá pra melhorar”, afirmou.

O Festival percorreu os 22 municípios do Acre nos últimos 4 meses e faz história como a edição com maior número de participações. Foram 720 inscrições e neste domingo culminou com a última fase, com a apresentação dos 31 finalistas. O evento é uma parceria entre a Assessoria Especial da Juventude, Fundação Elias Mansour e Secretaria de Educação do Estado.

“Hoje é um momento de consagração dessa grande mobilização da juventude, encerrando o mês da juventude, por que agosto comemora-se o dia do estudante. Nosso balanço é positivo e a gente espera que as próximas edições sejam maiores e maiores ainda”, disse o assessor especial da Juventude, Weverton Matias.

Quem assistiu às apresentações da arquibancada da Concha Acústica aprovou a iniciativa. “Isso é uma oportunidade para o jovem se apresentar e mostrar o talento que tem. Acho bacana o festival. Vim presenciar pela primeira vez e tá sendo bastante legal”, opinou o acadêmico Lucas Lopes.

O Festival premiou o vencedor com R$ 4 mil, o segundo lugar, com R$ 3 mil e o terceiro com R$ 2 mil. Os requisitos de escolha foram autoria e interpretação.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*