thumb Limpeza-foto--Adonay-Melo-10

Limpeza em área incendiada deve ir até a semana que vem

Prefeitura iniciou trabalhos na manhã desta quinta-feira

A prefeitura de Rio Branco, através da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SEMSUR) iniciou na manhã desta quinta-feira, 12, a limpeza da área incendiada próximo ao Camelódromo do Centro Comercial Aziz Abucater e do mercado Elias Mansour. Doze comerciantes tiveram suas lojas consumidas pelo fogo.

O secretário Kellyton Carvalho acompanhou o início dos trabalhos de remoção dos destroços. Segundo ele, a limpeza completa do local deve demorar até a semana que vem, já que é preciso esperar que o fogo cesse por completo. “É perigoso levar esses destroços para o lixão dessa maneira porque pode haver risco de incêndio, temos que esperar a fumaça cessar por completo”, explicou.

Por todo o dia as equipes da SEMSUR realizavam a limpeza da área para que não houvesse mais a possibilidade de novos incêndios. Os trabalhos devem seguir durante  o final de semana e serem concluídos nos próximos dias.

O prefeito Marcus Alexandre também está acompanhando o trabalho de remoção dos destroços que ficaram depois do incêndio. Pela manhã, ele se reuniu com representantes do Banco do Brasil (BB), Caixa Econômica Federal (CEF), do Basa, da Secretaria de Pequenos Negócios (SEPN) e da COMTES.

Na pauta da reunião, uma linha de financiamento para ajudar os doze comerciantes que perderam tudo e precisam reconstruir seus comércios. A reunião com os representantes das instituições aconteceu na sala de reuniões da prefeitura.

O prefeito Marcus Alexandre, aliás, deu apoio a todos os comerciantes desde o início. Ele almoçava em uma das pensões quando o incêndio começou. Rapidamente, ele foi um dos  muitos voluntários que ajudaram o Corpo de  Bombeiros a combater o sinistro. “Nossa maior preocupação era proteger vidas”, disse.

Nesta quinta-feira, ele retornou ao local do incêndio, onde as máquinas já trabalhavam na retirada de todo o lixo que restou depois do acidente. Conversou com os comerciantes e se solidarizou com todos enquanto a Defesa Civil já trabalhava no laudo técnico para apresentar as causas do incêndio.

Nesta sexta-feira uma comissão formada por todos os comerciantes que tiveram suas lojas atingidas pelas chamas irão se reunir com o prefeito Marcus Alexandre para decidir o que será feito no local e tentar encontrar uma alternativa para a situação dos comerciantes.

“Na verdade são os próprios comerciantes quem irão decidir onde querem ficar, mas o nosso entendimento é que por se tratar de um barranco de rio não há condições para que novas construções possam ser feitas no local”, disse o prefeito Marcus Alexandre.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*