thumb semracismo

Mês da Consciência Negra ganha força no Acre

Secretaria de Direitos Humanos intensifica ações

Durante todo o mês de novembro, a Secretaria Estadual de Direitos Humanos, em parceria com representantes do movimento negro de todo o estado, realiza um conjunto de ações com objetivo de fortalecer a identidade da população negra, e combater o racismo.

As atividades incluem palestras, exposições, cursos, apresentações artísticas e atos públicos em defesa da população negra. O foco dos debates é a inclusão social através de políticas públicas que possam garantir o acesso dessa população à educação, saúde e empregos de qualidade.

Segundo dados do IBGE relativos ao censo de 2010, 72% da população do Acre se declara negra. E não é difícil fazer essa constatação, basta sair as ruas para ver que a população branca é minoria em relação a quantidade de negros ou mestiços.  

“ Esse movimento começa a ser não só individual, mas coletivo. Porque a luta para se referendar essas políticas públicas e enfrentar o racismo não é só minha. Quando a gente põe aqui essa frase, consciência negra, pratique o ano inteiro, assim o racismo perde força,  isso é uma chamada para uma responsabilidade social coletiva”, declara Jaicilene Brasil, técnica da secretaria estadual de direitos humanos

O ponto alto da programação acontece na próxima quarta-feira, dia 20, quando se comemora o dia nacional da consciência negra. Em Rio Branco e municípios do interior, o movimento negro planeja realizar várias atividades, para chamar a atenção da sociedade para o tema.

O público alvo dessas atividades inclui principalmente a população jovem, que só através da educação passa a ter um olhar diferenciado sobre o tema, com mais tolerância, diálogo e respeito as diferenças étnicas e culturais.

“Tem escola que está fazendo ações o mês todo, de reflexão com a comunidade escolar para que a gente possa combater o racismo dentro da escola”, afirma Elza Lopes, coordenadora do fórum permanente de educação étnico-racial.

Deixe uma resposta