Moradores da Cidade do Povo denunciam cobrança indevida de IPTU

Eles alegam que falta administração pública na região e os valores ultrapassam R$ 1500

Luanna Lins para Agazeta.net

Moradores do bairro Cidade do Povo, na capital acreana, denunciaram que estão recebendo cobranças indevidas de IPTU pela Prefeitura de Rio Branco. Eles alegam que falta administração pública na região e os valores ultrapassam R$ 1500, sendo injusto devido às condições precárias em que vivem.

“Como vivemos nessas condições e vem um valor tão alto? Não pagamos o IPTU porque não é justo. Não tem administração da prefeitura no bairro e têm muitos moradores aqui que vivem de Auxílio Brasil (antigo Bolsa Família), que não têm renda. Muitas mães desempregadas que têm mal o que comer”, queixou uma das habitantes.

A prefeitura foi procurada para dar uma resposta ao caso, e o secretário de finanças da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Mobilidade Urbana (Seinfra), Cid Ferreira, explicou que as famílias de baixa renda precisam comprová-la na sede da prefeitura, para que seja aplicada a isenção do IPTU.

“Família de baixa renda é isenta desta cobrança, mas para isso ela precisa vir até a prefeitura, no setor de IPTU, para ser resolvida essa questão. O Estado garante a entrega da casa, mas o IPTU é serviço do município. Todos temos que pagar nossos tributos, e aqueles que não estão dentro do campo de isenção, não têm para onde correr”, disse o secretário.

Deixe uma resposta