thumb projbicicleta

Moradores de Rio Branco terão bicicletas públicas nos terminais

Com a mesma tarifa, o usuário vai pedalar de um terminal a outro

O terminal de integração que está sendo construído em frente a Ceasa não servirá apenas para os coletivos. Um projeto lançado nesta quarta-feira pela prefeitura de Rio Branco prevê uma ideia inovadora. A Capital pode  contar, no ano que vem, com a primeira estação de bicicletas compartilhadas. O projeto é deixar bicicletas nos terminais de integração para que a pessoa possa escolher entre o ônibus ou a bike.

Com a mesma tarifa o usuário vai pedalar até a outro terminal onde deixará a bicicleta. Para o projeto funcionar serão investidos R$ 80 milhões em 5 terminais de integração e a construção de ciclovias.

A prefeitura quer deixar o programa de bicicleta compartilha pronto até 2015, num grande programa de mobilidade urbana. Uma empresa já foi contratada para montar o projeto. O diretor e projetista Ricardo Correia veio explicar que nas cidades onde houve investimento em ciclovias, o nível de bem estar dos moradores se elevou, e, Rio Branco já tem uma base para que o projeto dê certo.

A capital tem um grande número de ciclistas que usa diariamente o transporte para o trabalho ou passeio e aumentou, nos últimos anos, a quantidade de ciclovias. Para a vereadora Roselane (PRP), que pedala todos os dias, a ideia é excelente, agora, segundo ela,  é preciso preparar melhor a população que ainda prefere o carro.

O prefeito Marcus Alexandre e o senador Jorge Viana apresentaram o programa Bicicletas Compartilhadas de Rio Branco.

Deixe uma resposta