200117-cotidiano-apelo-mulher-cancer

Mulher pede ajuda para conseguir medicamento para tratar câncer

Remédio custa mais de R$ 2 mil e está em falta na rede pública

Sem condições de comprar medicamento que custa mais de R$ 2 mil, mulher luta contra um câncer no estômago. Ela já emagreceu 20 quilos e está cada dia mais fraca devido a doença. O medicamento está em falta na rede pública e a família desesperada apela por ajuda.

Maria Leitão da Silva, 63 anos, começou a sentir dores no estômago há 3 anos, mas recebeu o diagnóstico há apenas 7 meses. O médico que acompanha o caso receitou duas caixas de Capecitabina. Cada caixa dura apenas 14 dias, ou seja, para o tratamento indicado, o custo seria de aproximadamente R$ 4 mil.

“Nós pedimos não só pela minha irmã que está nessa situação, mas por todos que estão precisando lá no Hospital do câncer e também não podem comprar”, apela Maria José da Silva, irmã da paciente.

Assim que foram informados no hospital que o medicamento está em falta a família fez orçamentos em distribuidoras e farmácias. Resolveram tornar público o caso para salvar a vida de Maria e cobrar das autoridades providências.

Maria afirma que sente muitas dores. A voz está fraca, assim como a fisionomia que ficou debilitada com a progressão da doença. “Eu não sinto fome. Quase não consigo tomar água. Meu estômago parece que está cheio a todo tempo. Não tenho forças pra nada”, lamenta a muher.

Os contatos da família são: 9 9907-8291 (Maria José) e 99908-7035 (Antônio).

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*