010720-greve-entregadores-acre-nacional

No Acre, entregadores de aplicativo aderem a greve nacional

Manifestantes se reuniram na região central de Rio Branco

Durante a pandemia do novo coronavírus, a demanda pelos aplicativos de delivery aumentou, já que os restaurantes e bares seguem fechados. O movimento chamado de “Breque dos Apps” foi organizado por trabalhadores de diferentes cidades, por meio da internet, para nesta quarta-feira (1°) realizarem uma paralisação nacional.

Eles reivindicam o aumento do valor recebido por quilômetro rodado, seguro contra roubo, seguro de vida, fim dos desligamentos indevidos e a distribuição de equipamentos de proteção individual, os EPIs, para trabalharem com mais segurança durante a pandemia.

Em Rio Branco, no final da manhã, os entregadores se reuniram na região central, próximo a Catedral, onde em auto-falantes faziam suas reivindicações. A Polícia Militar esteve no local para garantir a ordem, mas os atos seguiram pacíficos e sem maiores problemas.

“Estamos paralisando hoje por 24 horas. Então, só amanhã voltaremos com as entregas. Nossa luta não é contra os donos dos estabelecimentos, é contra os aplicativos para os quais trabalhamos, que usufrui demais da gente e paga uma taxa insignificante”, afirmou um dos entregadores no local.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*