No Acre, madeira apreendida é doada para entidades sociais

Material é resultado de apreensões do Imac em crimes ambientais

O Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac) realizou nesta terça-feira (27), a doação de 127 metros cúbicos de madeira a entidades públicas e de assistência social.

O material é resultado de apreensões realizadas pelas equipes do Imac em casos de crimes ambientais e que podem ser requisitadas pela sociedade civil, como instituições filantrópicas e até o próprio Estado, para serem usadas principalmente em obras de infraestrutura.

“Como a madeira é um bem perecível e que depois de apreendida não volta para quem a extraiu ilegalmente, a gente tenta dar celeridade, num processo que ocorra o mais rápido possível, para fazer a doação antes que ela comece a estragar, ajudando principalmente questões sociais e que envolvam o maior número de pessoas possível”, destaca o presidente do Imac, André Hassem.

A madeira está sendo distribuída em nove processos de doação, que alcançam desde igrejas até o Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) de Cruzeiro do Sul, para a ressocialização dos presos na marcenaria, além do Batalhão Ambiental da Polícia Militar, Prefeitura de Acrelândia e o 7º Batalhão de Engenharia e Construção (7º BEC), para obras de infraestrutura.

Deixe uma resposta