Banner Simulardorobriga

No Acre, simuladores serão obrigatórios em autoescolas

Medida é tomada mesmo após resolução do Denatran

Regimar Souza investiu R$ 78 mil na compra de um simulador veicular. A determinação veio do Denatran, o Departamento Nacional de Trânsito. Uma nova determinação do órgão agora estabelece que o equipamento passa a ser opcional nas autoescolas.

“Todos estão espantados. Estamos nos reunindo como os CFC’s[Centro de Formação de Condutores] para discutirmos se vamos continuar com o aparelho ou devolvê-lo”, enfatizou.

Além disso, o proprietário afirma que os problemas no equipamento estão cada vez mais comuns. Ele disse ainda que no Acre não existe nenhum profissional para realizar a manutenção. “Às vezes, temos que ligar em São Paulo e não somos atendidos ou demora muito”, comentou.

Para a diretora do Departamento Estadual de Trânsito, houve má interpretação da nova medida do Denatran. Sawana Carvalho explica que cada estado vai decidir a maneira de como utilizar o simulador.

“Iremos continuar com o simulador. Exceto municípios que não têm condições ou por conta do baixo volume de alunos”, pontuou a diretora do Detran.

Ela ainda ressaltou que após a utilização do equipamento, as aprovações nos testes práticos saltaram de 56% para 82%. Por outro lado, quem convive diariamente com os futuros condutores apresenta outra versão.

“Para muitos, o simulador não contribuiu em nada. Saíram desgostosos, por mais que fiquem instrutores durante as aulas. Quando eles chegam no carro dizem que é totalmente diferente”, finalizou Regimar.

Deixe uma resposta