Thumb doaçãodesangue

No fim de ano doadores de sangue desaparecem

Férias e festas fazem estoque de bolsas zerar no Hemoacre

Com a proximidade do final do ano, época em que aumenta o número de pessoas que sai do Estado em férias e devido as festividades de confraternização, diminui intensamente o número de doadores de sangue.

Por conta disso, o Hemoacre começou a intensificar a campanha de doação para tentar alcançar o maior número possível de doares para não ocorrer dificuldade caso pacientes necessitem de bolsa de sangue.

“Vamos fazer parceria com os municípios para termos estoques para todo o mês de dezembro. Muitos fatores contribuem para esse baixo número de doações são: as chuvas, festas, onde os doadores ingerem bebidas alcoólicas, e férias”, disse a representante do Hemoacre.

O Ministério da Saúde ampliou para 69 anos a idade máxima para doação de sangue no Brasil. A atual faixa etária para doação é de 16 a 67 anos.

Outra novidade é que a realização do teste NAT (teste de ácido nucleico) em todas as bolsas de sangue coletadas no país torna-se obrigatório.

Atualmente, são coletadas no Brasil 3,6 milhões de bolsas por ano, o que corresponde ao índice de 1,8%. Embora o percentual esteja dentro dos parâmetros da OMS, o Ministério da Saúde trabalha para chegar ao índice de 3%. O Acre tem menos da metade da quantidade recomendada de doadores de sangue.

Deixe uma resposta