No Pronto Socorro de Rio Branco, técnica induz paciente a cometer suicídio

Vídeo foi publicado, e repercutiu bastante, nas redes sociais neste domingo

Em vídeo publicado nas redes sociais neste último domingo, 21, profissionais de saúde do Pronto Socorro de Rio Branco, induziam uma paciente ao suicídio. No vídeo, uma técnica de enfermagem diz a paciente “minha irmã, eu tenho mais do que fazer, cuida se mata logo”, e em seguida, outra enfermeira afirma “a pessoa que se mata vai direto para o inferno”.

Segundo informações do próprio vídeo, a paciente em questão estava internada por tentativa de suicídio e ao receber o atendimento da técnica ouviu tais falas das profissionais de saúde. A atitude da profissional de saúde foi encaminhada ao Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) por ferir a Constituição Federal, que afirma que “ao induzir ou instigar alguém a suicidar-se ou a praticar automutilação ou prestar-lhe auxílio material para que o faça” requer em uma pena de reclusão de 6 meses a 2 anos.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o suicídio é a 3ª causa de morte de jovens brasileiros entre 15 e 29 anos. Cerca de 12 mil pessoas tiram a própria vida por ano, quase 6% da população. No mundo, são cerca de 800 mil de suicídios anuais. O Brasil só perde para os Estado Unidos.

O site Agazeta.net entrou em contato com a Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) sobre o ocorrido, e a assessoria se pronunciou afirmando:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) sobre atendimento a paciente que tentou suicídio, esclarece que as medidas já estão sendo tomadas.

Informa que será aberto um Processo Administrativo (PAD) para apurar a conduta das servidoras que realizaram o atendimento da paciente.

Paula Mariano
Secretária de Estado de Saúde do Acre

Deixe uma resposta