100419-huerb-problemas

Pacientes denunciam problemas no Huerb

Macas nos corredores e demora para realizar cirurgia

Um vídeo gravado pelos próprios pacientes mostra várias macas distribuídas nos corredores do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb) e também o caso de um idoso de 83 anos que está acamado há 48 dias aguardando por uma cirurgia.

Alomar Moreira de Moraes, autônomo, foi quem gravou o vídeo do idoso que está acamado aguardando a cirurgia. Ele também é paciente, está com os dois punhos fraturados devido a uma queda de moto, precisa realizar um procedimento cirúrgico e não vai ser feito por falta de material.

“Eu fiz um vídeo para chamar a atenção do poder público porque tem gente com 48 dias esperando, tem a questão de crianças esperando também. Eu ouvi muitas pessoas reclamando e podemos dizer que 70% estão com problemas nas pernas, sem falar que a demanda está tão grande que as pessoas ficam no corredor por falta de enfermaria”, explicou Alomar.

Segundo Moreira, além da situação difícil eles ainda passam pelo transtorno de ter que ficar nos corredores, não serem bem tratados. “Todo doente precisa de um repouso para poder se restabelecer, mas se não há essas mínimas coisas dificulta ainda mais”, concluiu o autônomo.

O governador Gladson Cameli disse ter conhecimento dos problemas e para tentar minimizar, principalmente a questão da falta de leitos, ele garantiu que até junho irá inaugurar o outro prédio do Huerb. “A determinação que eu dei para o secretário de saúde, secretário de infraestrutura é que até junho o Pronto Socorro esteja pronto.”

“Durante esses 100 dias de governo temos nos esforçado para atender toda a população, abastecendo todas as unidades com os materiais necessários, iniciando a partir de abril os mutirões de cirurgias. Vamos ampliar a área cirúrgica, através do Ministério da Saúde, tanto na Fundhacre quanto no Huerb e tentar diminuir o índice de cirurgias no Estado do Acre”, concluiu o secretário de Estado de Saúde, Alysson Bestene.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*