parceria-agricultura-familiar

Parceria firmada entre secretarias vai injetar R$ 1,5 milhão na agricultura familiar

Nesta quarta-feira, 3, a Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) e Secretaria de Estado de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof) instituíram uma comissão para aquisição de gêneros alimentícios destinados às unidades hospitalares. Mais de 1000 famílias da agricultura familiar devem ser beneficiadas com a parceria.

 

Cerca de R$ 1,5 milhão será revertido pela Secretaria de Saúde para a aquisição de alimentos da produção familiar. Uma comissão foi instituída para realização da Chamada Pública, onde foram convidadas sete entidades formadas por associações e cooperativas de produtores.

A medida obedece duas leis estaduais que criaram o Programa de incentivo à produção familiar e que determinam que no mínimo 30% dos recursos para a compra de alimentos para hospitais, escolas e centros educativos, sejam da agricultura familiar. “Vamos ter um ganho social muito grande por que aquece a economia e os nossos hospitais são abastecidos com alimentos frescos”, disse a Secretária da Sesacre, Sueli Melo.

O Programa Boa Compra, executado pela Secretaria de Produção Familiar, Seaprof, seleciona os produtores, realiza o cadastro e ampara na distribuição dos alimentos. O contrato com as entidades representativas pode ser prolongado de 6 meses à um ano. “O preço é estabelecido pelo mercado local, e os produtores disputam entre si, mas no final a secretaria de saúde aprova o valor. A entrega semanal é acompanhada também pela Sesacre”, explicou o Secretário da Seaprof, Lourival Marques.

A Cooperativa Agroaves, na região de Brasileia, foi uma das convidadas para participar da comissão. Roberto Silva, representante da entidade tem expectativa de ser um dos fornecedores de alimentos. Se isso acontecer, mais de 100 cooperados serão beneficiados. “Nós tivemos essa oportunidade e com certeza esse projeto só nos fortalece, é importante para a sobrevivência das famílias do campo”, disse.

Deixe uma resposta