07-05-20 onibus

Passageiros denunciam lotação de coletivos durante pandemia

Redução da frota aumentou número de pessoas nos veículos

Mesmo com a determinação de isolamento social muitas pessoas precisam sair de casa diariamente para trabalhar. O risco de contaminação pelo novo coronavírus é ainda maior para aqueles que utilizam o transporte coletivo.

Com a adoção de medidas protetivas houve redução na frota de ônibus da capital, fazendo com que não só os veículos, como também o Terminal Urbano, fiquem aglomerados e até superlotados.

A produção da TV Gazeta recebeu denúncias e vídeos de coletivos e pontos de ônibus lotados, além de revelar que alguns passageiros fazem as viagens sem utilizar a máscara de proteção.

“Somos pessoas que precisam trabalhar, mas não tem ninguém olhando por nós que necessitamos do transporte público. O que adianta falar para evitar aglomerações e diminuir as frotas de ônibus?”, escreveu uma usuária da linha Fundhacre.

A falta de fiscalização em lugares como esses é um dos fatores que propicia a proliferação do vírus. Somente na capital já são 808 casos confirmados de Covid-19, e 943 em todo o estado.

O transporte coletivo é de responsabilidade da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (RBTrans) e da Prefeitura de Rio Branco, que foi procurada para falar sobre o assunto, mas não se pronunciou até o fechamento dessa matéria.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*