Em Rio Branco, 82% das pessoas ganham menos de R$ 2 mil por mês

Sistema Fecomércio/AC e Data Control destacam estabilidade do emprego em Rio Branco

Em constatação realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Acre em parceria com a Data Control, entre os dias 9 e 10 de agosto, junto a 300 pessoas do mercado de trabalho da capital Rio Branco, revelou que em relação à renda mensal, 82% dos rio-branquenses ganham menos de R$ 2000 (maior concentração na parcela de 64% com ganhos de até R$1100 mensal).  Já no segmento de emprego, 50% da população local têm ocupação econômica, porém, 52% sem carteira assinada.

A pesquisa também apontou que, nos últimos 12 meses, 65% da população empregada em Rio Branco permanecem no mesmo emprego, enquanto 5% experimentaram novas mudanças de carreira.

No que diz respeito à população desempregada, 65% não está procurando emprego, 14% procura emprego há menos de um ano e 21%, há mais de dois anos. Dessa população, 45% conta tempo médio na condição de desempregada até superior a dois anos. Apenas 17% confirmam desemprego há menos de um ano; e outra parcela, de 24%, admite não lembrar mais do tempo em que está desempregada

Quanto ao número de pessoas que habitam no mesmo endereço, 21% da população pesquisada informam um número de quatro. Outras 29% dizem morar com mais três pessoas, e 19%, com duas. A pesquisa destaca, ainda, 20% que mora com outras 05 ou mais pessoas. Apenas 11% mora só.

Nesse sentido, 45% da população admite contar com dois, que contribuem com as despesas domésticas, e 46% com um, 8% têm mais três. Somente 1% informa contar com mais de três pessoas.

Durante o estudo foram abordadas 55% pessoas do gênero feminino e 45% do gênero masculino. Do total de participantes, 72% estão na faixa etária de 16 a 50 anos e, desse percentual, 30% estão entre 16 a 30 anos, bem como 42%, entre 31 a 50 anos.

 

(Foto: Reprodução)

Deixe uma resposta