220219-cotidiano-tentamen

Prédio da Tentâmen está abandonado

Local serve de abrigo a usuários de droga

A Sociedade Recreativa Tentâmen é mais um espaço público/histórico abandonado na Capital. A partir do Tentâmen as novas gerações podem entender um pouco como era a sociedade acriana no início do século passado.

O prédio foi inaugurado em 1924 e abrigava os tradicionais bailes e encontros da sociedade acriana naquela época. Até pouco tempo atrás, gritos e esquentos de carnaval eram realizados no espaço. Hoje, o que se vê é o descaso do passado.

O local está no cadeado, aberto apenas ao desgate do tempo. Abaixo do salão principal, um hotel para os moradores de rua, usuários de drogas e muito lixo.

Ao lado do prédio existe um hotel e o recepcionista relata os vários assaltos que aconteceram.

“A gente trabalha aqui olhando nas câmeras 24 horas, porque mesmo com o muro mais alto, ainda é muito perigoso. Aqui a gente já perdeu duas tv’s, dois roteadores, até bomba de água já levaram”, diz o recepcionista Raimundo Nonato.

Hóspedes de outros estados perguntam o que era o prédio e porque está nessas condições, talvez porque os governantes não se atentam para a história do Acre, tão rica de personagens e locais como o Tentâmen.

O presidente da Fundação Elias Mansour, Manoel Pedro, informou por meio de contato telefônico que tem conhecimento da situação do local, mas ainda não tem condições financeiras de organizar o espaço. Em breve fará uma intervenção para garantir a segurança dos moradores, dos comerciantes e também tentar revitalizar o prédio.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*