120315-politica-acaiminikalzone 410 305

Semsa aponta contaminação em acaí vendido no Elias Mansour

Quem bebeu açaí do mercado deve fazer exame preventivo

A situação é grave. Após fiscalização nos principais mercados municipais, as secretarias de Saúde e Agricultura encontraram açaí contaminado sendo comercializado na capital. Na manhã de hoje (1) a Semsa, em coletiva dada à imprensa, convocou a população da capital que tomou o açaí vendido pelos fornecedores do Mercado Elias Mansour para realizar exame de diagnostico da doença de chagas.

Além do Elias Mansour, foram inspecionados também o mercado do 15, a Ceasa e um ponto de comércio popular no bairro Manoel Julião, mas nesses últimos três citados, não foi verificado nenhum material contaminado. “Todos esse pontos nós tivemos resultado satisfatório, com exceção do mercado Elias Mansour, que hoje pela manhã, a prefeitura em ação conjunta com a vigilância sanitária e secretaria de desenvolvimento econômico e agricultura fizemos uma ação educativa e uma apreensão de açaís”, disse o secretário de saúde, Oteniel Almeida.

Foi diagnosticado que o produto vendido no mercado nos meses de novembro e dezembro do ano passado, e em janeiro deste ano, estariam contaminados com a doença. “O processamento em si, o mal é pelo processamento, ele é feito em vários pontos, então a gente está fazendo uma campanha para que este processamento seja de forma certificada”, comentou o secretário Agricultura Familiar de Rio Branco, Elyson Souza. 

A Semsa disponibilizou ainda uma sala de coleta exclusiva para esse público no Centro de Apoio e Diagnostico, ao lado do Lacen, atrás do Teatrão, no bairro Bosque. A coleta acontece de segunda a sexta, das 7h as 12h e das 14 as 17, do dia 4 a 18 de fevereiro.

Todo o material contaminado foi apreendido e uma ação educativa foi realizada no mercado para evitar que os feirantes continuem comprando e revendendo esse produto. Agora, a investigação é para saber de onde vem esse açaí.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*