Prefeitura de Rio Branco alerta para possível epidemia de gripe no município

Segundo a Semsa, a cobertura vacinal da influenza está em 48,5% e o recomendado pela OMS é de 90%

A Prefeitura de Rio Branco fez o alerta de uma possível epidemia de gripe em Rio Branco na última quinta-feira (18). Com base no levantamento da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), a cobertura vacinal da influenza na cidade está em 48,5%, segundo a última atualização, no mesmo período do ano passado estava em 71,86%, e o recomendo pela organização mundial de saúde (OMS) é de 90%.

“Temos quadros de síndrome gripal aumentando, e não sabemos qual vírus que está circulando ainda, e estamos aguardando o retorno dos exames. Além disso, com todo esse contexto o município está fazendo esse aviso e chamando atenção das pessoas para se vacinarem, e assim evitarem um surto ou epidemia na cidade”, afirmou a coordenadora de Vigilância Epidemiológica, Socorro Martins.

A variante que tem deixado as autoridades de saúde em alerta é a H1N1. O Rio de Janeiro, por exemplo, vive um surto da doença, e na tentativa de não se igualar a esse estado, a Semsa iniciou uma megaoperação de vacinação na última terça-feira (16) com nove vans itinerantes e pontos fixos na cidade. Além disso, a Urap Vila Ivonete está aberta até às 22 horas.

“Agora não é falta de vacina, nem falta de unidades, pois nós temos nossas unidades com vacinas e nove vans espalhadas por todo o município de Rio Branco, e inclusive na zona rural, e todos os dias temos esses mutirões ocorrendo pela cidade”, explicou Socorro.

De acordo com a última atualização do Programa Nacional de Imunizações (PNI), antes dos hackers invadirem o sistema do Ministério Público Federal, os dados indicavam que a cobertura vacinal no Acre está em 30%. Além disso, a procura pela vacina está tão baixa que o estado negou 100 mil doses, a princípio, pois estavam previstas o envio de 339 mil, e o estado recebeu apenas 159 mil.

Com informações de Márcio Souza

Deixe uma resposta