Presidente da Associação Comercial de CZU contesta dados sobre cesta básica

Município teve o valor da cesta básica alimentar mais cara entre as cidades pesquisadas

O município de Cruzeiro do Sul, a segunda cidade maior do Acre, teve a cesta básica mais cara em junho de acordo com o estudo mensal do Departamento de Estudos e Pesquisas (DEP) da Secretaria de Estado de Planejamento (SEPLAN).

O produto que encareceu a cesta básica em relação ao mês passado foi a mandioca que atingiu alta de 17,35%, seguido pela farinha de mandioca (5,95%) e o leite (4,01%). Em contrapartida, os produtos que tiveram as maiores queda de preço foram o pão (-3,14%) e o frango (-2,58%).

Os dados foram contestados pelo presidente da Associação Comercial de Cruzeiro do Sul, Assen Cameli. Segundo ele, uma pesquisa será feita para provar que os números não correspondem a nossa realidade.

Segundo o levantamento, Epitaciolândia/Brasiléia foram as cidades que apresentaram menor valor no custo total para adquirir os produtos da cesta básica alimentar, permanecendo na 1ª posição no ranking dentre as cidades pesquisadas. Já a 2ª posição ficou com o município de Feijó, 3ª a capital Rio Branco, 4ª Sena Madureira.

 

*Com Tribuna do Juruá

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*