280420-melhor-em-casa-sesacre-usar

Programa Melhor em Casa atende pacientes graves em domicílio

Atende pacientes acamados e com sequelas neurológicas

O Programa Melhor em Casa da Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) atende pacientes acamados, com sequelas neurológicas e de alta complexidade que precisam de ventilação mecânica ou traqueostomia.

Devido às regras do isolamento social em razão da pandemia de Covid-19, o programa está funcionando de forma reduzida. No entanto, as atividades não param e os pacientes não ficam sem assistência.

Desde os primeiros casos da doença no Acre, as coletas para os testes de coronavírus não haviam sido realizadas em casa. No último final de semana, uma paciente do programa, que possui traqueostomia, precisou desse atendimento.

“Estamos com a equipe reduzida para evitarmos de sermos transmissores. Fizemos esse atendimento porque a criança é uma paciente grave e teve uma parada cardíaca, e tive que me movimentar para buscar a profissional na UPA do Segundo Distrito”, relatou a coordenadora do programa, Jomara Martins do Nascimento.

Os atendimentos funcionam com uma agenda fixa e outra flexível, que é quando o paciente apresenta algo grave como febre. “Nós fazemos o atendimento de pacientes que têm sequelas neurológicas e pacientes graves”, enfatizou Jomara, dizendo ainda que para o paciente fazer parte do programa é necessário estar dentro de um desses critérios.

Normalmente a equipe funciona no turno manhã com cinco profissionais, mas devido às regras de prevenção ao coronavírus, apenas duas pessoas realizam o acompanhamento dos pacientes. “Atendemos através de uma equipe multiprofissional no domicílio para evitar que o paciente vá até uma unidade de saúde”, finalizou a coordenadora do Programa Melhor em Casa, Jomara Martins do Nascimento.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*