0909-cotidiano-manoelurbano2

Protesto contra “lixão” pode fechar BR-364 em Manoel Urbano

 

Indígenas “madija” coletam comida todos os dias no local

 

Lideranças comunitárias de Manoel Urbano já articularam mobilização e devem bloquear a BR-364 nesta quarta-feira em protesto contra o que consideram “descaso com a destinação do lixo da cidade”.

 

Recentemente, foram registrados muitos casos de diarreia e febre na comunidade. Os moradores creditam as doenças ao lixão. “O prefeito tem que dar um jeito de tirar isso mais para fora da cidade”, reclama o líder comunitário José Lopes Nogueira. “Se não tiver uma solução nós vamos fechar a BR-364”.

 A mobilização está sendo planejada para acontecer em um local conhecido como “Trevo da Manga” (localizado aproximadamente a sete quilômetros de Manoel Urbano) e deve mudar a rotina de trabalhadores e viajantes que utilizam a estrada. “Não aguentamos mais esse lixo perto de nós aqui, dentro da cidade”.

O argumento do líder comunitário não resolve o problema. O que ele reivindica é a retirada do lixão do local em que está. Não há cobrança em relação à formulação do Plano Municipal de Resíduos Sólidos.

A última ação da Fundação Nacional de Saúde no município foi a entrega de um caminhão de coleta de lixo. Mas, o destino é um só: o lixão na proximidade do loteamento Castro.

Indígenas da etnia “madija” (kulina) fazem diariamente coleta de restos de alimentos e roupas. O local é frequentado por crianças. São dezenas de crianças. Descalças, elas ficam sujeitas a acidentes e doenças. Muitas vêm acompanhadas pelas mães.

“Muitas vezes, à noite, alguém toca fogo no lixão e a fumaça tem um cheiro horrível”, denuncia o servidor público Gilmar Mendes. “O que está acontecendo aqui em Manoel Urbano é um desrespeito ao cidadão. Não tem nada a ver com política. Tem a ver com direito”.

Manoel Urbano é um dos municípios em que praticamente todos os moradores são beneficiados por programas federais de distribuição de renda. Há muita incidência de famílias pobres e extremamente pobres. Veja mais fotos abaixo.

 

{gallery}galerias/lixao1092014{/gallery}

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*