2508-cotidiano-focoscalorincendio2

Queimadas fazem bombeiros entrarem em alerta

Só pela manhã de segunda, 26 focos de calor na Capital

O Corpo de Bombeiros não parou desde sexta-feira quando intensificaram as queimadas no Acre. Só nesse final de semana foram atendidas 51 ocorrências em Rio Branco. Uma área de vegetação, que fica ao lado da Arena da Floresta foi completamente destruída pelo fogo nesse domingo. Já nas primeiras horas desde segunda-feira, uma casa foi totalmente consumida pelas chamas no bairro Taquari.

O Corpo de Bombeiros não demorou a chegar ao local, mas, com o calor intenso, rapidamente a madeira foi consumida pelo fogo. O proprietário, o aposentado João Mendes, acredita que o incêndio que destruiu tudo que tinha foi criminoso.

“Eu tinha acabado de sair quando me ligaram avisando que a minha casa estava pegando fogo. Esses vagabundos aqui do bairro fizeram isso. Eles já vinham me ameaçando”, denunciou.

Incêndios criminosos estão acontecendo todos os dias, disse o tenente-coronel do corpo de bombeiros, Sérgio Albuquerque. Nessa segunda-feira, a Defesa Civil Estadual identificou, só na parte da manhã, 26 focos de calor. Em Rio Branco, foram registrados três. Foram notados incêndios em outros sete municípios, com destaque para Manoel Urbano, que estava com 12 focos de calor, e Sena Madureira com 6.

“As pessoas estão aproveitando o período noturno e os finais de semana para atearem fogo, principalmente em terrenos baldios. A gente pede para que não façam isso”, alertou Albuquerque.

O Corpo de Bombeiros já montou brigadas no interior do Estado onde não tem quartel da corporação. E toda a estrutura do Corpo de Bombeiros está em sinal de alerta. Desde sábado, a Capital foi tomada por uma enorme nuvem de fumaça. Segundo a Defesa Civil é o resultado dos incêndios em Rio Branco e nas cidades próximas.

Para piorar, não existe previsão de chuvas para os próximos dias. A última foi no dia 9 de agosto, e, em apenas alguns locais, a tendência é que o calor se intensifique e, com a fumaça, a situação fique ainda pior.

Deixe uma resposta