290519-ato-sambistas

Sambistas realizam ato pela paz no centro

Roda de samba em homenagem a músico morto

Na manhã desta quarta-feira (29), sambistas de Rio Branco se reuniram no centro de Rio Branco, na pracinha do Palácio das Secretarias, onde são realizadas as reuniões do Senadinho, para pedir mais segurança no estado.

Os músicos pedem paz e mais segurança no estado. O ato acontece após dois músicos terem sido vitimas de violência. O primeiro caso aconteceu na última quinta-feira (23).  José Luiz dos Santos, 29 anos, estava numa motocicleta em uma lanchonete quando um casal em outra motocicleta se aproximou e entrou no estabelecimento.

Quando Santos estava saindo do local, a mulher acompanhou e anunciou o assalto. O outro suspeito estava armado com uma escopeta e efetuou um disparo contra a vítima. Ele permanece internado.

O outro caso foi mais grave. Raimundo Nonato da Conceição, 54 anos, foi morto na noite do último domingo, dia 26, no bairro Recanto dos Buritis, quando teria saído de casa para comprar churrasquinho. Dois suspeitos passaram pelo local atirando e Raimundo foi atingido. Além dele, Ronilton da Silva Queirós também foi atingido e também morreu no local. Segundo investigações da polícia, Ronilton seria o alvo dos criminosos.

Raimundo era músico há 18 anos, tocava cavaquinho na banda Hélio Melo e todas as sextas-feiras participava dos encontros do Senadinho.

Elis Andrade, filha da vítima, esteve no ato dos sambistas. Ela pediu justiça. “a gente fica feliz, porque a gente vê que meu pai era querido e todo mundo aqui fala de coração, não tem falsidade, meu pai era muito amado. Eu tenho certeza que a lembrança dele está eternizada no coração de cada um que está aqui. E a gente pede justiça, porque quanto mais o tempo passa e a gente não sabe quem fez isso, dói, dói demais, e a gente sabe que não vai ser o ultimo.”

Ao final do ato, os músicos fizeram uma roda de samba para prestar uma homenagem ao amigo.

As atividades do Senadinho foram suspensas por 15 dias em luto pela morte do músico.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*