010318-cotidiano-palestras-sebrae

Sebrae realiza palestras sobre Micro Empreendedor Individual

Explicações de como se formalizar e ter o próprio negócio

Pessoas interessadas em abrir um pequeno negócio, podem tirar dúvidas sobre formalização na OCA, em uma palestra ofertada duas vezes por semana. Apostando na melhora da economia em 2018, muita gente aposta no empreendedorismo e quer saber o passo a passo para ingressar e se manter no mercado.

Úrsula Kulina trabalha como manicure há muitos anos e não sabe o que é carteira assinada há bastante tempo também. Mas de uma coisa ela tem certeza: é possível ter uma boa renda mensal trabalhando por conta própria. “Abrir um salão de beleza e interagir com outras coisas novas, não só coisas do salão, mas estética e outras coisas mais”, disse.

A jovem iniciou um curso de manicure no Senac para aprender outras técnicas e agora participa de uma palestra do Sebrae sobre como se tornar um Micro Empreendedor Individual.

“Tem que procurar saber também nossos direitos que é muito importante, é por isso que a gente veio hoje, pra saber nossos direitos, o que pode e que o não pode nesse ramo principalmente”, afirmou Úrsula.

No Acre existem 17 mil Micro Empreendedores Individuais cadastrados junto ao Sebrae.

As palestras promovidas no auditório da OCA acontecem duas vezes por semana: Segunda no horário de 9h e quartas, às 14h.

“O objetivo da palestra é esclarecer quanto às obrigações, direitos e pra que as pessoas entendam que formalizar empresa não é algo burocrático, impossível, que qualquer pessoa pode ter acesso”, explica a coordenadora da Central do Empreendedor, Cláudia Bayma.

Após a palestra, se o participante quiser, pode se tornar um MEI. Há poucos metros do auditório funciona a Central do Empreendedor. Com RG, CPF, Título de Eleitor, número de celular ativo, Comprovante de endereço, o cadastro é feito na hora.

“A participação tem aumentado cada vez mais, e como é destinado ao pequeno negócio e devido ao atual momento, várias pessoas tem recorrido à formalização”, afirma Cláudia.

O Micro Empreendedor Individual é considerado o pequeno empresário que fatura até R$ 81.000,00 ao ano; que não participe como sócio, administrador ou titular de outra empresa; que tenha no máximo um empregado, entre outras especificações.

Alguns exemplos que se enquadram na modalidade: fotógrafo, artesão, marceneiro, ambulante, manicure, como o caso de Úrsula, que pretende abrir um pequeno negócio pra expandir as possibilidades. “Eu já trabalho nesse ramo de unhas e quero me profissionalizar mais e trazer coisas novas pra Rio Branco”, conclui.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*