120417-cotidiano-feiradopeixe-ascomprefeitura

Semana Santa aquece mercado do pescado na Capital

Valor máximo do tambaqui: R$ 10 o quilo

Pelos cálculos da Secretaria de Agricultura, a meta é vender 90 toneladas de pescado nas feiras de peixe da Semana Santa. E olha que não são números absurdos. A feira da Ceasa se tornou tradicional: produtores e atravessadores levam os melhores produtos porque sabem que vão encontrar clientes com todos os gostos e bolsos.

A dona de casa Maria Barbosa, por exemplo, não estava com dinheiro sobrando então procurou um peixe com o valor mais em conta. “Vou levar a traíra que está sendo vendida a seis reais. Aqui encontramos um peixe mais barato”, disse.

Mas, quem tem um pouco mais para gastar pode levar um tambaqui gigante de 17 quilos, que, no final das contas, sai por quase R$ 400. Outros peixes nobres são vendidos apenas o filé como o dourado a R$ 25 o quilo, o surubim a R$ 17. No caso do tambaqui, o mais vendido, os produtores entraram num acordo: o valor máximo é R$ 10 o quilo.

Quem vai à Ceasa ainda pode comprar frutas, verduras e doces. A Feira do Peixe sempre dá carona a outros produtos.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*