02032020-manifestacao-educacao

Servidores da Seme fazem manifestação no centro da capital

Melhoria salarial e benefícios estão sendo reivindicados

As merendeiras, assistentes escolares e de creche realizaram um ato de manifestação no centro de Rio Branco, na manhã desta segunda-feira (2). Os servidores protestam por melhorias salariais e pagamento de benefícios, como adicional de insalubridade, e alegam que a Prefeitura não tem mantido diálogo com as categorias.

“Estamos ganhando menos que um salário, isso prejudica o presente e o futuro, estamos há três anos sem reajuste”, disse o assistente escolar João Paulo Pinheiro.

Eles garantem que, apesar da decisão judicial que proíbe a greve, o movimento irá acontecer novamente, em outras datas.

Sobre a reivindicação, a prefeita Socorro Neri, negou que os servidores recebam abaixo do salário mínimo. “Ninguém na prefeitura recebe abaixo do salário mínimo, muito pelo contrário, porque além do vencimento básico estar sendo complementado a chegar ao salário mínimo, há outras vantagens que incidem sobre esse salário básico de modo que a remuneração fica muito superior ao salário mínimo.”

A prefeita disse ainda, que não como atender a reivindicação no momento, “gostaria muito de poder corrigir essa distorção como já corrigi várias outras que encontrei aqui, infelizmente eu não posso ser irresponsável, daria um impacto financeiro de mais de 5 milhões. Impacto este financeiro que teria que sair das ações de manutenção da cidade, eu não posso tirar da própria educação, da saúde, da assistência social, teria que tirar de onde? teria que fazer menos recuperação de ruas, menos limpeza, menos coleta de lixo.”

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*