130318-cotidiano-correios-tvgazeta

Servidores dos Correios suspendem greve no Acre

Questão do plano de saúde aos trabalhadores foi vital

O movimento dos trabalhadores dos Correios do Acre não demorou muito. Em menos de 24h, a categoria decidiu suspender a greve.

No mesmo dia de início da mobilização, o Tribunal Superior do Trabalho, TST, aceitou a proposta da empresa de cobrar mensalidade do plano de saúde dos servidores, de acordo com cada salário. Além disso, será cobrado 30% do valor das consultas e 15% dos exames.

Conforme o presidente do sindicato da categoria no Acre, Edson Pinheiro, com essa derrota no TST, não há sentido de continuar com a paralisação no momento. “Diante dessa situação a categoria do Acre fez uma análise e decidiu suspender a greve a
partir de hoje a zero hora.”
Mas, a categoria continua em estado de greve, ou seja, pode voltar com a mobilização caso julgue necessário. A luta é contra a privatização, retirada de direitos trabalhistas, sucateamento e fechamento das agências, entre outros objetivos.

“Saímos da greve, mas mantemos o estado de greve. A qualquer momento a greve pode ser retomada, porque a gente entende que o serviço de correios com qualidade deve ser mantido para a população acriana e toda sociedade brasileira,” concluiu.

Além do Acre, os demais sindicatos avaliam se também vão suspender a greve. Na segunda-feira, dos 36 sindicatos, 32 aderiram ao movimento.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*