040219-cotidiano-hanseniase

Sesacre realiza campanha de prevenção a Hanseníase

Em 2018 foram registrados 124 novos casos da doença no Acre

A Secretaria de Saúde do Estado realizou uma campanha no Hospital das Clínicas para identificar possíveis casos de hanseníase no Acre. Desde então dezenas de pessoas procuraram o serviço especializado em dermatologia. Como a doença pode ser silenciosa no início, é necessário passar por exames.

“O serviço faz atendimento dermatológico para problemas de pele e dentro do serviço também atua o programa de controle da hanseníase do estado do Acre. Então quem tem mancha na pele e tem manchas dormentes especificamente deve procurar o serviço, não somente hoje, todos os dias da semana”, explica a Coordenadora do Serviço Estadual de Dermatologia, Franciely Gonçalvez.

Vale lembrar que as manchas dormentes também podem ser hanseníase e essa doença tem cura, o diagnóstico é rápido e o tratamento é feito em casa. Uma vez tratado não transmite para mais ninguém.

José Carneiro, aposentado, sofre com uma coceira nas pernas há três anos, foi um dos pacientes atendidos hoje. “Tem horas que dá coceira no meu corpo que fica ferido, não tem remédio que passe. Vim aqui para tentar resolver e descobrir o que seria essa coceira”, disse.

No ano passado, 124 novos casos de hanseníase foram confirmados no Acre.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*