140417-cotidiano-balsaafundou-tvgazeta

Subida repentina do Rio Acre naufraga balsa de missionário

Balsa terá que ficar ancorada até ser retirada

Desde a quarta-feira, o missionário Amâncio Jorge da Silva está dormindo embaixo da 4ª Ponte. Ele morava em uma balsa que ficava aportada na região do bairro Seis de Agosto.

Com a cheia repentina do rio, nessa semana, a balsa foi invadida pela água e sobrou apenas uma pequena parte do lado de fora.

O missionário ainda conseguiu tirar os eletrodomésticos, mas deixou para trás alguns pertences como as roupas. “Uns rapazes me ajudaram e consegui tirar algumas coisas, mas outras, como meu aparelho de som, está perdido”, apontou.

Amâncio trabalha evangelizando em aldeias indígenas e comunidades ribeirinhas. A balsa, além de servir para o trabalho, é a casa dele. Graças à ajuda de algumas famílias, ele tinha juntado roupa para doar nos locais onde costuma pregar.

“Todas as roupas foram levadas pela correnteza. O que eu preciso agora é conseguir cordas fortes para amarrar a balsa e evitar que seja levada pela correnteza”, pediu.

Duas equipes do Corpo de Bombeiros foram até o local na manhã dessa sexta-feira, analisaram e decidiram que, por enquanto, não dá para retirar a balsa. Segundo o sub-tenente Gama, o rio está enchendo e a correnteza forte demais.

“O trabalho inicial será fazer amarrações na balsa para evitar que seja levada pelo rio”, acrescentou.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*