150219-cotidiano-protesto-merendeiras

Terceirizados da educação fecham Estrada da Sobral

Merendeiras estão sem receber pagamento há 2 meses

Na manhã desta sexta-feira (15), trabalhadoras de uma empresa terceirizada realizaram o bloqueio da Estrada da Sobral, em frente a Secretaria de Educação Estadual, em protesto contra o atraso dos salários.

De acordo com as manifestantes, mais de 150 mulheres, que prestam serviço à Secretaria Estadual de Educação como merendeiras, estariam com salários atrasados há mais de dois meses.

Ainda segundo elas, na semana passada teve uma reunião na secretaria e ficou acordado que os salários seriam pagos, mas até o momento isso não foi feito.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*