thumb festivalyawa

Tudo pronto para o 12º Festival Yawa

Evento acontecerá entre 25 e 29 deste mês, em Tarauacá

Relembrar a ancestralidade. Este é o principal motivo para o Festival Yawanawá, que está na 12ª edição. O público esperado chega a 300 pessoas, que irão visitar a aldeia nos cinco dias programados, entre 25 e 29 deste mês.

Há 12 anos a comunidade Yawanawá tem se reunido através do festival, uma forma de fortalecer os laços desse povo. “Como dizia meu avô: ‘Yawa não é pra se contar, é pra se viver’. Paramos tudo, todo o trabalho, para celebrar”, disse Marsilvio Shaneihu, organizador do evento.

Para participar, os visitantes tiveram que se inscrever via internet pelo blog criado pelas lideranças da própria aldeia. Na ferramenta estão disponíveis o termo de compromisso e a legislação que orientam como deve ser o comportamento dos participantes dessas intervenções culturais.

Partindo de Rio Branco pela estrada, os turistas percorrerão 409 quilômetros até Tarauacá, depois mais 90 quilômetros até o Rio Gregório. O trecho final são mais oito horas de barco, chegando à Aldeia Nova Esperança.

Aqueles que vêm ao Acre de avião também têm como alternativa a rota por Cruzeiro do Sul, seguindo mais 132 quilômetros pela estrada até o Rio Gregório. Daí em diante o percurso é o mesmo de quem sai de Rio Branco.

O festival reunirá 800 pessoas no total, entre indígenas e visitantes. A aldeia Nova Esperança, no Rio Gregório (Tarauacá), foi preparada com estrutura de 16 casas com hospedagem para sete pessoas cada, duas casas com capacidade para mais de 30 pessoas e área de camping para barracas.

Deixe uma resposta