Banner Fila-FGTS

Tumultos marcam o último dia para atendimento às vítimas da alagação

Centenas de pessoas foram ao Arena da Floresta na manhã desta sexta

Esta sexta-feira (02), seria o último dia para o atendimento às vítimas da alagação, com interesse de sacar o FGTS, liberado pelo governo. Mas, devido à grande procura e problemas técnicos, a Caixa vai ter que prorrogar o serviço. Pela manhã, houve tumulto e muita reclamação do público que procurou atendimento.

Centenas de pessoas compareceram ao Estádio Arena da Floresta. Muitos teriam chegado às duas da manhã, temendo não conseguir atendimento no prazo final informado. A possibilidade de ficar sem sacar o FGTS, causou tumulto no início da manhã, quando foi anunciado que só seria atendido quem estivesse com senha.

Algumas pessoas sem senha entraram e deram mais corpo à fila extensa, a situação revoltou quem estava com o atendimento garantido desde o início da semana. “O pessoal aí tá fazendo tudo errado. A gente teria que seguir a senha e tá tudo bagunçado”, reclama o auxiliar de serviços, Francisco Marinho.

Aproximadamente 2 mil pessoas tiveram o FGTS liberado, a Caixa atendeu três vezes esse número. Os atendentes estiveram diante de muitas situações de falsificação de documentos e especuladores, pessoas que arriscaram enfrentar na fila, mesmo não tendo sido afetadas pela alagação.

Segundo o gerente geral da Caixa, Manuel Santiago, ninguém que tenha direito ao saque vai ficar sem atendimento. A continuidade do serviço, segundo ele, está garantida e será divulgada amplamente. “Teremos duas possibilidades, uma é montar uma estrutura dentro das agências, outra é fora das agências, mas não vai ficar ninguém sem atendimento. Vai ser montado um novo calendário”, garante.

Além da pressão do público, os funcionários da Caixa tiveram que enfrentar outro problema. O jogo marcado para às 6 da tarde impossibilitaria o Estádio ficar aberto até mais tarde. A coordenação do local insistia para que o atendimento finalizasse até as 4 da tarde, para preparar o estádio para a partida.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*