23-04-20 relatorio ufac

Ufac apresenta projeções de casos de Covid-19 na capital e no Juruá

Pesquisadores também emitiram recomendações às autoridades

Os professores da Universidade Federal do Acre (Ufac) apresentaram a projeção de casos de Covid-19, nesta quarta-feira (22), ao governador Gladson Cameli e à prefeita de Rio Branco, Socorro Neri.

O relatório foi assinado pelos pesquisadores Fernando de Assis, Odilson Silvestre, Thor Dantas, Foster Brown, Gerbson Nogueira Maia e pela reitora da Ufac, Guida Aquino.

Considerando a crescente nos números de casos na capital, e a quantidade de leitos destinados para casos graves, os estudiosos estimam que em dois meses serão registradas pelo menos 193 mortes.

Para reduzir o número de mortes a 172, no mesmo período de dois meses, o Estado teria que disponibilizar 50 leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI’s). Entretanto, o Pronto Socorro de Rio Branco destina apenas dez leitos, sendo que, até o momento, nove estão ocupados.

“A nossa capacidade é praticamente saturada de leitos de UTI Covid, mas nós temos 70 leitos que foram reservados para esses pacientes, caso haja necessidade, eles podem ser convertidos em leitos de terapia intensiva”, declarou o diretor do OS, Areski Peniche.

A pesquisa ainda revela que a melhor saída para evitar a disseminação do novo coronavírus no Acre, é o distanciamento e isolamento social. Ao evitar aglomerações e contato direto, a queda no número de mortes pode chegar a 40%.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*