260319-escola-chuva

Vídeos mostram precariedade em escola municipal

Salas ficam ‘alagadas’ quando chove

A escola Municipal Maria Lucia Moura Marin, localizada no bairro Morada do Sol, em Rio Branco, não está em boas condições. Vídeos gravados por um celular circulam nas redes sociais e mostram a situação da escola, as imagens foram gravadas durante a chuva que caiu sobre a capital na tarde de segunda-feira (25).

Pelo menos quatro salas de aula estão com danos na cobertura, o que ocasiona as goteiras. Para os professores, é uma correria para evitar que as crianças se molhem e sempre que chove as aulas ficam comprometidas.

“É praticamente impossível dar aula, quando começa a chover não tem como, porque precisamos cuidar das crianças, afastar todas elas, evitar que elas fiquem molhadas”, disse a professora Viviane de Melo.

Após as chuvas, as salas ficam com água empossada. Alguns locais já foram até inutilizados. Para realizar pequenas manutenções, os professores alegam que os funcionários muitas vezes tiram dinheiro do próprio bolso.

Além do problema com as goteiras, o ar-condicionado está sem funcionar, a sala fica bem quente e os alunos ficam agitados. Sem contar o quadro branco que para poder ser utilizado precisou sofrer adaptações.

“O quadro branco da minha sala, por exemplo, está praticamente solto, está sendo sustentado apenas por um preguinho para não desabar de vez, o ar-condicionado parou de funcionar esse ano, imagino que seja a parte elétrica que está prejudicada por conta da chuva”, falou a professora.

A última reforma da escola foi em 2007.

O caso da escola Maria Lucia Moura Marin foi parar na câmara de vereadores. Emerson jarude foi fazer uma visita na unidade de ensino para acompanhar a entrega dos kits prometidos pela prefeitura, mas encontrou um cenário bem diferente do padrão mínimo exigido para o funcionamento de uma escola.

“Foi um dia de muita chuva e em uma dessas visitas nós verificamos na escola Maria Lúcia em quatro salas que nós entramos goteiras, chovia mais dentro da sala de aula do que fora, os professores tinham que burlar aquilo tudo para conseguir dar aula, então existe uma dificuldade muito grande dentro das nossas escolas”, explica o Vereador, Emerson Jarude.

Os kits, inclusive, era o problema inicial apresentado como reclamação dos pais. A informação é que os materiais estão chegando incompletos nas mãos dos estudantes.

O Vereador disse que os pais dos alunos deixaram de comprar o material esperando que a prefeitura fizesse a devida entrega. “Mas em alguns lugares que nós passamos até agora os kits não foram entregues em sua totalidade, sempre falta alguma iten”.

O vereador declarou que vai levar essas denuncias a prefeitura e pretende acionar o Ministério Público.

O Secretário de Educação do Município, Moisés Diniz, informou, por telefone, que ainda essa semana a escola vai passar por uma manutenção, incluindo a revitalização da cobertura e outras necessidades.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*