060319-carnaval-desfile

Vila do Fuxico é campeã do desfile de blocos de 2019

Tema campeão: “As letras são o caminho”

O desfile dos blocos de carnaval no Acre aconteceu nesta terça-feira (5), na Avenida Epaminondas Jácome, no Centro. Cinco blocos tradicionais disputaram o título e cada bloco teve 40 minutos para se apresentar.

O primeiro deles foi o Saúde e Prevenção do Barão, ou simplesmente SPB, que levou pra avenida uma reflexão sobre a questão ambiental no enredo “A Voz de Chico”. O destaque foi Chico Mendes.
“Chico Mendes foi um cara que venceu muito na vida. É um entendimento da natureza que temos que cuidar, essas coisas importantes para a nossa vida”, diz Joel Ediclei.

O sem limite, dos Bairros Ipase, José Augusto e Bosque, apostou na diversidade para reconquistar o título que não vem há dois anos. A bateria foi a responsável por condenar o preconceito e a intolerância.

“Temos que acabar com tudo isso, Deus acima da terra e nós aqui embaixo para acabar com esses preconceitos”, disse Ziza Trindade.

Para o Unidos do Fuxico, do Bairro 15, as letras eram o caminho para uma sociedade mais justa e um país desenvolvido e menos desigual. O carro abre alas foi o que teve destaque nesse bloco.

Sandra Souza diz que é pela educação que as coisas vão começar a melhorar. “Está faltando educação para gente”, afirma.

Do lixo ao luxo foi o enredo da pentacampeã Seis é Demais, do Bairro Seis de Agosto. O bloco alertou sobre a importância de cuidar da natureza e do descarte correto do lixo. Garis e margaridas foram homenageados pelo coração do bloco: a bateria.

“A gente quer passar para a sociedade a conscientização de reciclar o lixo. Os materiais usados na nossa apresentação foram feitos através da reciclagem e queremos mostrar que com consciência podemos fazer coisas lindas”, declara Kelly Brito.

A atual campeã, Sambase, fechou a noite de desfile querendo resgatar a cultura popular com o enredo dos rios e florestas para a avenida da folia. A fauna brasileira, mas especialmente personagens do imaginário popular acriano como o mapinguari e a cobra grande da gameleira encantaram o público.

“Eu como velha guarda parabenizo, o tema muito bem escolhido pela equipe e toda a comunidade está de parabéns”, diz Meire Moraes.

Depois da passagem dos blocos a decisão ficou nas mãos dos jurados.

“Como houve muitas dificuldades das escolas esse ano, nós estamos puxando de 9 a 10, então não estamos julgando muito fantasia, enrredo, harmonia porque não teve ajuda de ninguém. Mas a bateria, samba enredo, a própria harmonia dos blocos estão sendo julgados normalmente”, explica o músico Chicão Brasil.

Com apenas três décimos a mais o bloco unidos do fuxico conquistou o título inédito no carnaval de Rio Branco com 299,4 contra 299,1 da Sambase. O bloco Seis é Demais ficou em terceiro com 298,6, seguida do Sem Limite, em quarto, com 295,1. O bloco SPB fechou a lista em quinto com 294,1.

Em 2019 não houve prêmio em dinheiro, mas isso não impediu o grito de alegria da Comunidade do Bairro 15.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*