Você tem dúvidas sobre como se vestir no seu ambiente de trabalho?

Por Cinthia Alves

O mercado da moda está cada vez mais impulsionado, são cores, estampas, formatos, modelos e um design diferente para todos os estilos e gostos. E em meio a tudo isso está o profissional brasileiro que vem sendo apontado por algumas pesquisas como profissionais que se vestem de modo inadequado ao ambiente de trabalho. E esse “inadequado” não está associado à moda não, ele faz menção as características e estilos pessoais que cada vez mais vem sendo levados para dentro das organizações. O que está sendo esquecido aqui é que a forma de se vestir transmite uma mensagem, ela pode ser boa ou ruim para a sua imagem como profissional. “Vestir-se bem demonstra que você valoriza a si mesmo”, não é que vocêdeva estar necessariamente impecável, mas deve estar adequado (a) com o seu ambiente de trabalho. E lembre-se, a forma como você se veste projeta aquilo que você quer transmitir aos outros.Então leia as cinco dicas que eu preparei:

1. Com ou sem uniforme? (Imagine uma empresa cujo ambiente e cultura são bastante conservadores e você possui um perfil bem arrojado… E esta empresa não adotou uniformes nem mesmo critérios para as formas de se vestir… O que você deve usar?) DICA: Tenha sempre bom senso. Quando no seu ambiente de trabalho não há a padronização do vestuário através da adoção de uniformes, o ideal é ter bom senso e adequar-se a cultura da empresa, vestindo-se de acordo com o perfil do ambiente e não de acordo com o seu perfil. Lembre-se de que a roupa não é apenas qualquer coisa para cobrir o corpo. A forma como você se veste remonta a imagem do seu local de trabalho, por isso cuidado ao se vestir afinal não é só a sua credibilidade que está em jogo.
2. O que vestir em um ambiente de trabalho conservador? Um ambiente mais conservador requer roupas com um pouco mais de qualidade, as cores devem ser sóbrias, pois elas transmitem um ar de sofisticação. Os homens possuem menos opções de peças, mas ainda assim devem manter sempre limpos e bem passados ternos, calças, camisas e gravatas (algumas considerações a cerca das gravatas, a primeira é que deve ser mantida a discrição de cores e estampas nas gravatas e evitadas aquelas que possuem figuras infantis ou quaisquer outra linguagem similar. Outra consideração é com relação a combinar a gravata com a camisa, se você não sabe como fazer isso, então procure seguir a técnica do “tonsurton” ou seja combine tom sobre tom). Atenção aos sapatos, sempre limpos, nada de cores ou estampas em excesso e evite o uso daqueles já aparentemente desgastados! Quanto a barba, mantenha sempre feita, assim como também mantenha o seu corte de cabelos em dia. As unhas, sempre curtas, limpas e dependendo do seu estilo apenas com uma leve base.
3. Mulheres… A versatilidade dosnossos guarda-roupas pode ser uma armadilha! As mulheres costumam cometer erros sobre erros. Excessos e mais excessos. Como sugestão pode-se acatar o uso de terninhos com calças, saias e até com vestidos. Mas atenção! Evite a fatal combinação entre “justo, curto e decotado”, no ambiente de trabalho estes não devem ser utilizados nem mesmo de modo individual. Lembre-se da regra… “A forma de se vestir transmite uma mensagem”. Outra sugestão é sobre o uso de acessórios, eles podem se fazer presentes desde que em mínimas quantidades e discrição de cores, tamanhos e formatos. Os cabelos sempre limpos e arrumados, podendo estar presos ou até mesmo totalmente soltos dependendo do ambiente e da ocasião. A maquiagem é um dos maiores pecados cometidos no ato de se arrumar para o trabalho, antes de qualquer coisa é importante compreender que entre uma maquiagem de trabalho e uma de festa existe uma enorme diferença, portanto, seja discreta e elegante. As unhas, estas são outras vilãs, as dicas super poderosas são: mantenha-as bem cuidadas, em tamanho normal, limpas, preferencialmente com esmaltes mais suaves e nunca descascadas, e como a onda do momento é enfeitá-las, vá com calma. Não se esqueça de diferir “trabalho de festa”. A última dica é com relação aos sapatos, eles possuem um admirável apelo sensual. Mas, dependendo do tamanho e da espessura do salto, da estampa e do brilho, “você vai estar altamente mal posicionada sobre um salto no ambiente de trabalho”. Por isso, quem ama os super saltos… Eles não são os mais indicados para o ambiente de trabalho! Outro cuidado é com relação ao uso de sandálias, definitivamente elas não se encaixam em um perfil profissional.
4. E o famoso casual day? E como já ouvi a frase “este as vezes é casual demais…” O casual day surgiu nos Estados Unidos, no final da década de 70, a sua finalidade era diminuir o nível de estresse e incentivar a descontração no ambiente de trabalho, concedendo-lhe o direito de uma vez na semana usarem roupas mais confortáveis. No entanto, o confortável por vezes ultrapassa os limites, é importante salientar que esse dia não foi feito para exibir moda, exibir marca e muito menos para exibir o corpo. O termo “confortável” não exime os critérios de postura, decência, ética e bom senso em um ambiente de trabalho. Vale lembrar que deverão prevalecer neste assim como em todos os outros dias o perfil de profissional x ambiente de trabalho. As empresas que adotam o casual day devem estar sempre atentas a essas circunstâncias e se anteciparem na transmissão de informações a cerca dos padrões de vestimentas para esse dia. Pois se desejam manter uma boa postura diante do mercado, devem se atentar para o fato de que o mercado também lhes observa, a maneira como os seus profissionais se vestem também transmitem mensagens para os seus clientes.
5. Invista na sua imagem profissional. Geralmente as pessoas trabalham e investem em roupas para festas e laser, seesquecem de que também é de fundamental importância manter uma boa aparência no trabalho. E vestir-se bem não necessariamente é vestir-se com roupas caras, mas sim adequadamente. Portanto a última dica é, invista na sua imagem profissional, pois a forma de se vestir transmite uma mensagem.

 

*Por Cinthia Alves

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*