Festival Samaúma que reúne música e diversidade inicia neste sábado

Edição esse ano será realizada em versão digital, em razão da pandemia de covid-19

Com o intuito de celebrar a diversidade musical, sociocultural, racial, sexual e de expressão de gênero, a segunda edição do Festival Samaúma será realizada este ano em versão digital, em razão da pandemia de covid-19, nesse fim de semana 4 e 5 de dezembro, a partir de 19 horas, no canal  da Gift Talentos no Youtube.

O Festival Samaúma nasceu de forma espontânea, idealizado por um grupo de produtores culturais e artistas que acreditam na música feita no Acre, e sua primeira edição foi realizada no dia 6 de agosto de 2019, no Santinni Food Park (hoje Vila Rio). O evento busca resgatar as conexões musicais que já movimentaram a cena artística acreana, além de reverenciar a grande árvore amazônica Samaúma, que é um mistério da floresta e que, segundo estudos recentes, realiza certas conexões pela mata através de suas raízes.

Nesse ano, o festival conta com a participação de dez atrações, mesclando a experiência de artistas como Pia Vila, Los Porongas, Brunno Damasceno e Dito Bruzugu com a nova safra de artistas representada por Ellu, Duda Modesto, Elemental, Trilobitas e a dupla Maya Dourado e Leandre. Um dos pontos altos é a participação do grupo Hui Dewe Keneya, que reúne indígenas da etnia Huni Kuin, com uma rica sonoridade ancestral. “A coordenação do projeto decidiu reunir gerações e fazer uma viagem entre os mais diversos tipos de gêneros musicais, como a MPB, o samba, o pop, o rock e, inclusive, a música dos txais, que tem identidade acreana, amazônica”, relata João Vasconcelos, um dos organizadores.

Foto: Divulgação

As apresentações foram gravadas pela equipe da Gift Talentos e North Wide, e pelo RB Studio, em setembro, com locação no Theatro Hélio Melo. O Festival Samaúma é um projeto é financiado pela Lei Aldir Blanc do Governo Federal, por meio do Governo do Estado do Acre e da Fundação Estadual de Cultura Elias Mansour, com apoio cultural da Made In Acre, Indie, Alugue Fest, Café Contri e Indústria Miragina.

Luma Gama, João Vasconcelos, Jackie Pinheiro e Rayssa Alves, coordenadores do festival

Para saber mais informações sobre o festival siga a página @festivalsamauma no Instagram.

Deixe uma resposta