Acre será representado por 148 atletas nos Jogos Escolares Brasileiros 2021

Ginástica Rítmica acreana fará estreia na competição

Os Jogos Escolares Brasileiros (JEB’s) estão de volta após 17 anos. A tradicional competição estudantil, que foi criada para estimular a prática esportiva nas escolas, contribuindo para a formação dos estudantes e também para o surgimento das novas gerações de atletas, será realizado no Parque Olímpico da cidade do Rio de Janeiro-RJ, entre os dias 29 de outubro e 5 de novembro. Ao todo, 220 pessoas integram a delegação, serão 148 alunos atletas, com idades entre 11 e 14 anos, e demais membros que irão compor a equipe de apoio – treinadores, dirigentes e oficiais.

Das 18 modalidades que serão disputadas, o Acre terá representação em 14 delas. Ginástica Rítmica, Judô, Taekwondo, Atlestismo, Badminton, Tênis de Mesa, Xadrez,Basquete, Futsal, Handbol, Vôleibol (quadra), Vôlei de praia, Natação e Ciclismo. O time local contará com 74 alunos atletas do sexo feminino e 74 do sexo masculino. Para facilitar a logística de embarque, a delegação foi dividida em dois grupos. O primeiro embarca nesta quarta-feira (27) e o segundo na quinta-feira (28).

A Ginástica Rítmica acreana fará a sua estreia nos JEB´s. Oficializada em 2017 a categoria tem como treinadora a professora Elissandra Pontes, que além de atuar com aulas regulares na Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), de onde saíram duas participantes da delegação, também participa de um projeto social em uma comunidade carente da capital onde também ministra aulas da modalidade. Das aulas do projeto foi escolhida a terceira participante.

“As garotas são muito esforçadas, cumprem com rigidez e disciplina a questão dos treinos, que são bastante complexos, pois tem que contar com todos os elementos obrigatórios e eu estou muito orgulhosa com o desenvolvimento delas, e ver a vontade que elas têm me motiva cada vez mais”, declarou a professora.

A treinadora também destacou a parceria que a Federação de Ginástica Rítmica tem com a diretoria da AABB. Outro ponto positivo a ser salientado, pela profissional, foi o elogio à organização da competição, principalmente ao professor José Reinaldo Azevedo que preside a Federação Acreana de Desporto Escolar (FADE)

Jhenyffer dos Santos, 11 anos, da Escola Municipal Mário Lobão, Isabela de Paula, 11 anos (Escola Sigma) e Maria Fernanda Labate, 11 anos, (Escola Sigma), irão realizar duas séries com os aparelhos Maças e Arco. Jhenyffer é a que treina há mais tempo, pois faz parte do projeto social que iniciou em 2016. Isabela “Bela” e Maria Fernanda “Mimi” ainda não completaram quatro meses de contato com a atividade, no entanto têm apresentado um desenvolvimento muito satisfatório. Apesar da pouca idade as alunas atletas mirins estão conscientes que a participação será para o aprendizado, pois deverão competir com adversárias muito mais experientes.

Deixe uma resposta