thumb Jerusa_Medalha_prata_2012

Acre têm 3 atletas paralímpicos convocados para o Atletismo

O Mundial de Atletismo,acontece de 19 a 28 de julho em Lyon, na França

O Acre faz história no desporto paralímpico nacional. Pela primeira vez, o estado têm três atletas convocados para defender a Seleção Brasileira que disputará o Mundial de Atletismo. Entre os convocados está Edson Cavalcante Pinheiro, atleta nascido em Cruzeiro do Sul, Jerusa Geber dos Santos, medalha de prata nos 100 metros (atletismo) nas Paralimpíadas de Londres, em 2012, e Thierb da Costa Siqueira, que conquistou recentemente a medalha de prata no Open de Berlim, na Alemanha. O Mundial de Atletismo, competição mais importante da modalidade nesta temporada, acontece de 19 a 28 de julho em Lyon, na França.

Jerusa Geber, ao lado de seu guia e treinador Luis Henrique (Foto: Cedida)
Os atletas acreanos treinam e moram fora do estado. Devido aos bons resultados alcançados nas pistas mundo afora conquistaram patrocínios importantes e o apoio do Comitê Paralímpico Brasileiro. Mas, no início da carreira, esses atletas foram descobertos por professores do Colégio Dom Bosco, Associação de Paes e Amigos dos Excepcionais (APAE) e Lar dos Deficientes Visuais do Acre (LDVAC) em Rio Branco e Cruzeiro do Sul.

O trabalho pioneiro realizado pelos atletas incentivou o governo do Acre, por meio da Secretaria de Educação e Esporte, a apoiar o desporto paralímpico. Há sete anos foi desenvolvido um programa específico para a categoria, que culminou na revelação de novos campeões como Alef Fernandes (medalha de prata no circuito Caixa de natação) e Luã Vargas (convocado para a Seleção Brasileira Escolar) em 2013.

A delegação brasileira na França terá 60 integrantes entre atletas, atletas-guia e comissão técnica. Os estados de São Paulo, com cinco, e o Rio de Janeiro, Alagoas, Minas Gerais e o Acre com três, têm o maior número de atletas convocados.

A expectativa da Secretaria Adjunta de Esporte é que esses atletas acreanos possam brilhar na Seleção Paralímpica do Brasil confirmando presença nas Paralimpíadas do Rio de Janeiro em 2016 e com isso servir de referência para a descoberta de futuros campeões do esporte.

Deixe uma resposta