Banner BrasilCopa4

Brasil enfrenta a Colômbia para voltar às semifinais, após 12 anos

Seleção Brasileira terá pela frente uma das melhores campanhas desta Copa do Mundo

Fortaleza se despede da Copa do Mundo 2914 nesta sexta-feira (4) com a expectativa de ver a Seleção Brasileira voltar às semifinais após 12 anos, quando conquistou o penta em 2002, no Japão. A partida diante da Colômbia, às 17h, será a última da Arena Castelão no Mundial e o primeiro confronto entre os rivais sul-americanos na história da competição.

Para vencer, o Brasil precisará superar a ótima campanha do adversário (venceu todos os jogos) e parar o meia-atacante James Rodriguez, artilheiro da Copa com cinco gols.

O técnico Luiz Felipe Scolari elogiou o adversário, mas descartou fazer marcação especial sobre a revelação colombiana. “Eu não vejo times que tenham feito marcação individual na Copa do Mundo. E nós não vamos fazer, a não ser em cada setor. A Colômbia tem jogadores com boa disciplina tática e muita técnica. Vai ser um grande jogo de futebol. Nós respeitamos, mas sabemos que temos muitas qualidades que também vão trazer dor de cabeça para eles”, disse Felipão.

Para a partida na Arena Castelão, o Brasil não poderá contar com o volante Luiz Gustavo, suspenso pelo segundo cartão amarelo. Na entrevista coletiva, Felipão indicou que o ex-corintiano Paulinho será o substituto. “Conversei com o Paulinho e ele me garantiu que não tem problema nenhum com pressão, que está tudo bem. Eles (os jogadores) estão acostumados com isso”, disse. Os volantes Hernanes e Ramires são as outras opções para o meio de campo da Seleção.

Já o zagueiro Thiago Silva disse que espera um jogo aberto devido às características ofensivas das duas equipes. “Vai ser um grande jogo e esperamos presentear o torcedor com gols desta vez”, afirmou o zagueiro, citando o empate em 0 a 0 na capital cearense diante do México, na primeira fase do Mundial.

Treino

Pelo menos três mil torcedores foram nessa quinta-feira ao estádio Presidente Vargas, no bairro Benfica, para tentar acompanhar o treinamento do time brasileiro. Mas os gritos de “libera, Felipão” não foram suficientes para convencer a Fifa a abrir os portões para o público. Por determinação da entidade, os treinos na véspera das partidas são sempre fechados para a torcida. “Viemos para dar apoio à nossa Seleção e que eles possam fazer um grande jogo no Castelão”, disse o comerciante José Celso, que levou o filho Tiago, de 7 anos, mas lamentou não ter sido autorizado a entrar no PV.

Colômbia

O treinador José Pekerman elogiou o estilo de jogo da Seleção Brasileira e afirmou que os jogadores colombianos estão todos “muito felizes” por jogarem contra os anfitriões da Copa do Mundo. “O Brasil é o pentacampeão mundial e o grande País da história do futebol. Todo mundo admira seu estilo, seus jogadores e seus técnicos. Poder enfrentar o Brasil deixa os jogadores muito felizes. Sabemos que será muito difícil, mas ao mesmo tempo estamos preparados para fazer um grande jogo”, comentou o treinador.

Castelão: 5 jogos e 4 zebras

A Arena Castelão recebeu cinco jogos da Copa do Mundo até o momento. Em quatro deles, o favorito não conseguiu vencer – Uruguai 1×3 Costa Rica, Brasil 0 x 0 México, Alemanha 2 x 2 Gana e Costa do Marfim 1 x 2 Grécia. No último domingo, pelas oitavas de final, a Holanda confirmou o favoritismo o venceu o México de virada por 2 a 1, com gols de Sneijder e Huntelaar.

Ingressos

Dos 60,5 mil ingressos vendidos para a partida entre brasileiros e colombianos na Arena Castelão, pelo menos 47,5 mil foram adquiridos por turistas. Segundo a Secretaria Especial da Copa 2014 no Ceará (Secopa), foram 27,5 mil bilhetes comprados por visitantes brasileiros e outros 20 mil por estrangeiros. Considerando os países onde os ingressos foram emitidos, os Estados Unidos lideram com 3,4 mil bilhetes, seguidos por Inglaterra (2,4 mil) e Colômbia (2 mil).
 
Ficha técnica

Brasil

Júlio César; Daniel Alves, David Luiz, Thiago Silva e Marcelo; Paulinho, Fernandinho e Oscar; Hulk, Fred e Neymar. Técnico: Luiz Felipe Scolari

Colômbia

Ospina, Zuniga, Zapata, Yepes e Armero; Sanchez, Aguilar, Cuadrado e James Rodriguez; Martinez e Gutierrez. Técnico: José Pekerman

Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)

Horário: 17 horas

Árbitro: Carlos Velasco (Espanha)

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*