Corinthians busca empate duas vezes contra o Inter e segue líder

Em Porto Alegre, Timão voltou a levar um gol depois de cinco jogos, mas continua invicto há seis partidas

O Corinthians ficou por duas vezes atrás no placar para o Internacional, na noite deste sábado (14), mas conseguiu empatar em 2 a 2, no Beira-Rio, em Porto Alegre, pela sexta rodada do Brasileirão. Alan Patrick e Wanderson marcaram para o Colorado e Raul Gustavo e Jô assinalaram para o Timão.

Com o resultado, o clube paulista segue na liderança (13 pontos), enquanto os gaúchos subiram uma posição — 8º lugar com nove. O time do Parque São Jorge continua invicto pelo sexto jogo consecutivo na temporada, mas levou gol após cinco jogos — 469 minutos (sem acréscimos).

O próximo compromisso do Corinthians na Série A será o clássico contra o São Paulo no dia 22 (domingo), às 16h, em Itaquera. Porém, já na terça-feira (17), enfrenta o Boca Juniors (Argentina), às 21h30, na Bombonera, pela Libertadores. Também na terça, o Inter recebe o Independiente Medellín (Colômbia), às 19h15, em Porto Alegre, pela Copa Sul-Americana.

O jogo

O Internacional terminou o primeiro tempo em vantagem, mas na posse de bola houve equilíbrio, com o Corinthians tendo 51% dela. Nas finalizações, 11 para o clube gaúcho (5 na direção do gol) e dez para o Timão, com seis no alvo.

O Colorado foi melhor no começo do jogo e, de tanto pressionar, abriu o marcador aos 24 minutos. O atacante Wanderson cruzou rasteiro, Edenílson tentou finalizar de letra, mas furou e a bola sobrou livre para Alan Patrick só empurrar para o gol (1 a 0). Depois de cinco jogos e 493 minutos (sem acréscimos), o Timão voltou a sofrer gol.

Quatro minutos depois o clube paulista respondeu. Em jogada pelo meio, Renato Augusto lançou e deixou Róger Guedes na cara do gol. Ele tentou o toque por cima do goleiro Daniel, que com uma das mãos espalmou para escanteio. Na cobrança esquinada, aos 29 minutos, a zaga do Inter afastou parcialmente, Róger Guedes mandou pelo alto novamente e na dividida com o goleiro, Raul Gustavo assinalou (1 a 1).

No fim do primeiro tempo o Internacional voltou a ficar na frente do marcador. Após cobrança de lateral pela direita, David cruzou pelo alto, Alan Patrick chegou cabeceando forte para a defesa de Cássio, mas, no rebote, Wanderson finalizou sem goleiro (2 a 1).

Na volta do intervalo, Vítor Pereira sacou Róger Guedes para a entrada de Jô. Logo em sua primeira finalização, quase houve o empate. Willian cruzou pelo alto da esquerda, o centroavante cabeceou no canto e Daniel fez a defesa. Aos 12 minutos, o zagueiro Gil empatou de cabeça, em cobrança de falta batida por Maycon. No entanto, a arbitragem marcou impedimento.

De tanto insistir o Timão empatou aos 18 minutos. Mantuan recebeu pelo meio e deu um belo passe em profundidade com cavadinha para Jô. O centroavante dominou na grande área, driblou o goleiro Daniel e guardou (2 a 2).

Aos 34 minutos, o jogo foi paralisado por um suposto ato de racismo do lateral-direito Rafael Ramos, contra o volante Edenílson, que disse ter sido chamado de “macaco”. Depois disso, o jogo ficou morno e terminou com o placar em igualdade.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*