clodo

Dante, zagueiro da Seleção: “Clodoaldo era de arrepiar”

“A torcida Tricolor cantava forte seu rap”, disse

O zagueiro da Seleção Brasileira, Dante, rasgou elogios ao baixinho Clodoaldo, quando o craque desfilava seu talento com a camisa do Fortaleza. “Lembro quando joguei contra ele e o Vinícius, um grandalhão forte”, citou em conversa informal, bem relaxado, à sombra dos coqueiros do Marina Park Hotel nesta segunda-feira (17).

Dante relembrou os tempos em que jogou no Juventude/RS. Em específico, um jogo que fez no Estádio Presidente Vargas contra o Fortaleza. A torcida Tricolor cantava forte seu rap, em homenagem ao grande ídolo de então. Aquela imagem e especialmente aquele canto marcaram a memória do defensor do Bayern de Munique. “Clodoaldo jogava muito. Era baixinho, e fazia a dupla com Vinícius. Lembro da torcida cantando ‘Uh, terror, Clodoaldo é matador’. Ele (Clodoaldo) era de arrepiar”, afirma. Daniel Alves, que acompanhava Dante na conversa, reforçou o coro. “Também lembro, era irado”, comentou o atleta do Barcelona.

Durante a conversa, Daniel Alves convenceu o jogador do Bayern a passar mais tempo na Capital cearense. “Tem um parque aquático aqui que é irado!”, afirmou o lateral. O zagueiro, animado, afirmou que voltará a Fortaleza com a família, após a Copa das Confederações.

Dante e Daniel desembarcaram em Fortaleza no último domingo, após driblarem torcida e imprensa. A Seleção Brasileira enfrenta o México, quarta-feira (19), na Arena Castelão.

Deixe uma resposta