thumb futeboldirigentes

Dirigentes discutem futebol acreano para 2014

Clubes estão endividados e sem perspectivas de investimentos

Desde o início do Governo da Frente Popular, em 1999, que o poder público é parceiro dos clubes de futebol profissional e da Federação de Futebol do Acre. Apesar desse esforço, os clubes se encontram endividados e sem poder de investimento.

Para tentar virar esse jogo, o coordenador de projetos da Secretaria Adjunta de Esporte (SEE), Petronilo Lopes, o Pelezinho, recebeu nesta quinta-feira, 28, representantes de seis clubes profissionais – Rio Branco, Juventus, Plácido de Castro, Galvez, Alto Acre e Andirá – dos oito que disputarão a primeira divisão em 2014.

O objetivo da reunião era discutir formas de viabilizar a captação de recursos e patrocinadores, junto à indústria e ao comércio, para que os clubes tenham condições de negociar suas dívidas, investir na contratação de atletas e disputar as competições, em igualdade de condições, com os demais times da região, visando um melhor desempenho do Acre nas competições nacionais.

O presidente do Rio Branco Futebol Clube, Illimani Soares, recém-eleito para um mandato de dois anos, avaliou o encontro como positivo. “São iniciativas como essa do governo do Estado que nos incentiva a continuar. A união entre os clubes, governo e empresários pode ser a saída para o sucesso do nosso futebol”, avaliou.

O representante do Alto, Carlos Passos, comentou que a reunião era histórica para os clubes. “Essa é uma grande oportunidade para juntos encontrarmos a saída dessa grave crise que assola os clubes acreanos”, avalia.

De acordo com Petronilo Lopes, uma nova reunião com os clubes já está agendada para a próxima semana e a Associação dos Prefeitos do Acre também será convidada.

“Precisamos encontrar um modelo sustentável e compartilhado de gestão. Os protagonistas precisam ser sempre os clubes, mas o governo do Estado vai continuar fazendo a sua parte com o Arena da Floresta e o convênio com os clubes – num novo formato para 2014, que será discutido com a participação das equipes”, disse Pelezinho.

Deixe uma resposta