Foto: John Catão

É campeão! Rio Branco-AC vence Assermurb e conquista estadual feminino inédito

Meninas do Estrelão conquistaram a taça na disputa de penalidades

O Rio Branco-AC derrotou a equipe da Assermurb na noite desta quinta-feira (4), no estádio O Florestão, na capital acreana e conquistou o título do Campeonato Acreano de Futebol Feminino 2021. O time do sindicato jogava pelo empate por ter vencido o primeiro jogo, porém o Alvirrubro triunfou no tempo normal por 2 a 1 e nos pênaltis por 6 a 5, erguendo a taça pela primeira vez na história do clube, e será o representante do Acre no campeonato Brasileiro da Série A3 em 2022.

Apesar de entrar em campo precisando apenas empatar para se sagrar campeão, o time da Assermurb não quis saber da vantagem e tomou a iniciativa no jogo. Aos 6 minutos Andressa, um dos principais destaques da decisão, recebeu passe da direita e com o gol livre mandou por cima da meta de Anielle. A pressão do time branco continuou e aos 15 Lorena mandou a bola no travessão, após cobrança de falta, assustando a arqueira do time vermelho. O domínio do time sindical era amplo, no entanto faltava capricho na hora de concluir ao gol.

O Rio Branco se limitava a explorar os contra ataques nos poucos espaços deixados pelas adversárias. Aos 21, Poliana lançou para Monique, que da entrada da área acertou um bonito chute e colocou o Alvirrubro na frente, 1 a 0. O gol fez com que o Estrelão se soltasse um pouco mais e cinco minutos depois, Geise roubou a bola e lançou para Monique, a camisa 10 avançou pelo lado direito e cruzou para a chegada de Thaila, que se antecipou à marcação ampliando a vantagem do Rio Branco, 2 a 0. A Assermurb continuava tentando, mas permaneceu ineficiente na conclusão das jogadas e a partida foi para o intervalo com a vantagem Alvirrubra.

No segundo tempo o treinador Nonato Vieira substitui Katrina por Cassandra na equipe da Assermurb. O time do sindicato manteve a pressão, mas a equipe estrelada se defendeu bem e seguiu segurando a vantagem. Aos 32, Andressa balançou as redes de Anielle, mas Iane Veras, árbitra do jogo, invalidou o lance sindical por uma infração cometida. A atacante permaneceu insistindo em marcar e aos 42, após confusão na área alvirrubra, a camisa nove acertou um belo voleio e diminuiu a vantagem do Estrelão. Minutos depois a artilheira caiu em campo com cãibras e na sequência foi substituída por Clika.  Com o triunfo no tempo normal a decisão foi para a cobrança de penalidades. Nos minutos finais a treinadora Neila Rosas iria promover a troca da goleira Anielle pela reserva Brenda, porém houve uma demora no processo e a partida acabou sendo encerrada sem que a substituição fosse concretizada.

Brenda, goleira do Rio Branco-AC
Brenda, goleira do Rio Branco-AC

Na cobrança de penalidades a sequência das primeiras cinco cobranças intercaladas terminou empatada em 4 a 4. Lorena, Rose, Clika e Cassandra marcaram para a Assermurb, enquanto Raiany parou na defesa de Anielle. Pelo lado alvirrubro Raynara, Duda, Joiscy e Monique converteram suas cobraças e Adriely mandou no travessão. A goleira Anielle se contundiu após a cobrança de Cassandra, e finalmente a substituição que havia sido planejada no final da partida foi efetivada, Brenda entrou para dar sequência na disputa. Na série alternada Perninha marcou o quinto gol da Assermurb. Em seguida Thayla foi para a cobrança e deixou tudo igual, 5 a 5. Tatinha bateu e ficou nas mãos da iluminada Brenda. A decisão ficou na responsabilidade de Terezinha, que entrou no segundo tempo, a atacante bateu à meia altura no lado direito, a goleira Paula chegou a tocar na bola, mas não conseguiu impedir o gol do título das meninas do Rio Branco.

Deixe uma resposta