thumb torcidafortal

Fortaleza completa 95 anos com celebração modesta

Leão do Pici não tem muito o que comemorar

O Fortaleza comemora, nesta sexta-feira (18), seus 95 anos, sem o comando do presidente eleito. Osmar Baquit, que estava no comando da Diretoria Executiva do clube desde abril de 2011, formalizou, na manhã de ontem, o pedido de licença do cargo pelo período de 30 dias. “Após esses 30 dias, nós vamos nos reunir novamente com a diretoria para que eu possa comunicar minha decisão de permanecer ou renunciar. Se eu tiver de sair, e é provável que eu saia, eu quero sair pela porta da frente”, afirma Baquit.

Em seu lugar, Daniel Frota, vice, assume a presidência em caráter interino. “Durante os 30 dias eu vou assumir porque o clube não pode parar. Temos responsabilidades que precisamos administrar”, justificou Frota. Segundo ele, a decisão de Baquit foi motivada por questões pessoais. “Ele me ligou e disse que estava cansado e que deixaria comigo porque confiava muito em mim”, conta o dirigente.

Apesar de assumir o cargo, Frota enfatiza que não pretende ser presidente em caráter efetivo. “Nesses 30 dias não vai ter problema, mas não quero me efetivar nem me candidatar à presidência”. Ele preferiu não comentar a possibilidade de permanecer no cargo até o final do mandato, já que depende da decisão de Baquit em retornar, ou não, à posição. “Esse é um momento de dificuldade. Todo final de ano é dificultoso, principalmente quando o resultado não é obtido. Pela maturidade e responsabilidade do clube, precisamos assumir”, finaliza.

Além da presidência, o Fortaleza também teve mudanças na diretoria de publicidade e promoções. Ontem, o então titular da função Fábio Mota entregou o cargo, após reunião com a cúpula diretiva. Ainda não há, de acordo com nota divulgada no site do clube, nome definido para assumir a função, mas um substituto está sendo buscado.

Comemorações

O Movimento Independente da Torcida Tricolor (Mitt) organizou, para hoje, a comemoração do 95º aniversário do clube do Pici. Às 6h30min, haverá queima de fogos na sede do clube, seguida por apresentação da Banda de Música da 10ª Região Militar e por um café da manhã. À noite, será realizada uma missa em ação de graças, às 19 horas, e um coquetel.
 
Osmar Baquit havia decidido pela licença no início da semana. Na terça, em entrevista coletiva, afirmou ter mudado de ideia e resolvido permanecer no comando do clube. Ontem, voltou atrás

O presidente eleito do Tricolor pediu licença pelo prazo de 30 dias. Neste período, Daniel Frota assume interinamente. Ao fim da licença, Baquit avaliará se fica até dezembro.

Deixe uma resposta