Nos pênaltis: Atlético-MG elimina o Boca Juniors-ARG no Mineirão

Goleiro Everson foi o herói da classificação, defendeu dois e fez o dele

Atlético-MG e Boca Juniors-ARG se enfrentaram pelo jogo da volta das oitavas de final da copa libertadores da América. O galo se classificou após cobrança de penalidades, pois houve a repetição do mesmo placar da partida de ida, 0 a 0. O goleiro atleticano, Everson, foi o herói da classificação ao defender duas cobranças e ainda converter o gol que assegurou a classificação mineira. O jogo acabou 3 a 1 para o time da casa.

Apesar do placar zerado, a partida foi bastante disputada e com muitas emoções para ambos os lados. O lance de maior perigo aconteceu na segunda etapa da partida. Aos 17 minutos, após falha grotesca do arqueiro Everson, que largou uma bola relativamente fácil de ser encaixada, Weigandt abriu o placar para os argentinos. O lance foi para a revisão do VAR e a arbitragem, após 5 minutos de análise, decidiu mudar o que tinha marcado em campo e anulou o tento dos Xeneizes.

A atitude de Ostojich, juiz do jogo, gerou grande revolta dos jogadores do Boca que demoraram para aceitar a anulação. Após a confusão a partida recomeçou e seguiu muito nervosa, típica de uma disputa entre brasileiros e argentinos. Até o apito final do tempo regulamentar cada equipe criou uma boa chance, mas sem conseguir transformar em gol, desta forma a vaga foi decidida na cobrança de penalidades.

O Galo realizou a primeira cobrança com Hulk, que mandou a bola na trave. Na sequência Rojo colocou os Hermanos em vantagem. Nacho Fernandez igualou o marcador. A partir de então o destaque da partida entrou em ação. Everson defendeu a cobrança de Rolón, mas em seguida Hyoran tremeu e desperdiçou para o Galo. Para a sorte do time de Cuca, Izquierdoz também jogou longe do gol. O gol que rendeu a vaga para as quartas de final veio do pé direito do goleiro atleticano. Everson bateu e fez o gol que eliminou o Boca Juniors.

Após o final do jogo a confusão se instalou no Mineirão. Revoltados com a desclassificação alguns jogadores argentinos entraram em confronto com os seguranças do estádio, membros da comissão mineira e com a Polícia Militar. Sete integrantes da delegação argentina foram conduzidos à delegacia por desacato e agressão. Após pagamento de fiança e assinatura de termo circunstanciado de ocorrência (TCO), e pagamento de fiança, todos foram liberados, porém perderam o voo de volta pra casa e só conseguiram retornar ao país de origem nesta quarta-feira (21).

O Atlético-MG vai enfrentar a equipe que vencer o duelo entre River Plate e Argentino Juniors, ambos argentinos, que se enfrentam nesta quarta-feira (21), após um empate em 1 a 1 no jogo de ida. A partida do Galo pela Libertadores será na segunda semana de agosto. Pelo Campeonato Brasileiro o time atleticano terá pela frente o Bahia no Mineirão, às 9h (horário do Acre), pela 13ª rodada da competição nacional.

Deixe uma resposta