190318-esporte-riobrancomanaus-tvgazeta

Rio Branco desclassificado da Copa Verde

Empate no tempo normal e derrota nos pênaltis

Nos pênaltis, Manaus vence o Rio Branco, em jogo que valia vaga nas semifinais da Copa Verde. A partida foi tensa, marcada por muitos cartões amarelos e confusão entre jogadores.

No jogo de ida (7), o encontro entre Manaus e Rio Branco terminou em 1 a 1. Neste domingo (18), o resultado no tempo normal não foi diferente. A partida começou equilibrada.

Aos 36 minutos, o camisa 10 Diego Dolen recebeu a bola de Chuva e chutou no canto esquerdo do gol. Na falha do goleiro Jhonatan, do Manaus, o Rio Branco abriu o placar.

O primeiro tempo encerrou com placar de 1 a 0 para o Rio Branco. Sabendo que o Manaus correria atrás da diferença, o Estrelão se antecipou e foi para o ataque no início do segundo tempo.

Aos 15 minutos da última etapa, destaque para jogada bonita pelo setor esquerdo com Dolen o autor do primeiro gol do Rio Branco. Foram duas tentativas e quase que a bola entra.

Logo depois, aos 19 minutos, uma jogada perigosa deixou o camisa 88 desnorteado. Jogador do Rio Branco usou o braço pra se defender numa dividida e He Man foi para o chão. O juiz cobrou falta e deu cartão amarelo.

Aos 23 minutos, o Manaus deixou tudo igual na Arena. O camisa 25, Hamilton, dominou a bola no peito e mandou pro fundo da rede.

Na reta final da partida o jogo paralisou devido confusão no banco de reservas. Após três minutos e cartões amarelos distribuídos a bola voltou a rolar. Mas o clima ainda permanecia quente e outro jogador do Manaus recebeu cartão amarelo.
Com empate por 1 a 1, a decisão de quem enfrenta o Paysandu em uma das semifinais da Copa Verde 2018 foi para a cobrança de pênaltis. Manaus iniciou a cobrança com Neruéga que marcou do lado direito do gol.

Pelo Rio Branco, Igor abriu a cobrança também com gol. Panda do Manaus cobra de longe e faz o segundo da equipe. Adriano Chuva cobrou mais uma do Estrelão, mas o goleiro defendeu. Na cobrança de Cleitinho, quem se deu bem foi o goleiro Vanderlei, com ótima defesa. Em seguida, Dos Santos empatou.

O desempate veio com Deurick do Manaus. Para o desespero da torcida estrelada, Matheus Morais chutou e a bola bateu na trave Hamilton chutou de longe e bem, garantindo a classificação do Manaus.

O domingo de vitória para o Manaus foi com presença de 902 pagantes no Estádio Arena da Floresta, com renda de quase R$ 10 mil.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*