Seleção masculina de vôlei vence na estreia dos Jogos Olímpicos

Brasil oscilou, mas derrotou a Tunísia por 3 sets a 0

O atual campão olímpico da modalidade iniciou a caminhada de defesa do ouro nesta sexta-feira (28), na Ariake Arena, em Ariake no Japão. Apesar das oscilações que a equipe apresentou na partida, o time brasileiro venceu a Tunísia por 3 sets a 0, com parciais de 25/22, 25/20 e 25/15.

No início do jogo a equipe de Renan Dal Zotto abusou dos erros e permitiu que os adversários ficassem à frente do marcador. Após o 16° ponto, momento em que a Seleção chegou ao empate e teve calma para fechar o primeiro set em 25 a 22.

Passado o susto inicial a expectativa era de que a equipe nacional fizesse valor o favoritismo e controlasse com mais tranquilidade a partida. No entanto se repetiu a mesma dificuldade do set anterior e a Tunísia novamente abriu vantagem. Até o momento em que Dal Zotto fez modificações precisas e entraram Cachopa, Douglas e Alan Souza. O fenômeno das redes sociais que alcançou recentemente 2 milhões de seguidores no instagram, Douglas, foi o que mais se destacou entre os que entraram e a equipe brasileira passou a dominar o jogo fechando a segunda parcial em 25 a 20.

No terceiro set os atuais campeões justificaram o motivo pelo qual lideram a lista dos favoritos e tiveram uma atuação firme, vencendo sem sustos por 25 a 15. Com o jogo sob controle e a boa vantagem conquistada no último set, o treinador brasileiro aproveitou para substituir Lucarelli, um dos principais atacantes da equipe, e testou Maurício Borges.

Para Renan Dal Zotto, à frente da Seleção masculina de vôlei desde 2017 e que atravessou um período complicado devido a complicações ocasionadas pela covid-19. O treinador passou cerca de 40 dias internado e teve que ser entubado por duas vezes durante este tempo. Agora recuperado, o ex craque, tem a missão de manter a equipe no topo do ranking mundial e também repetir o feito de 2016 conquistando o título olímpico no Japão.

Com a vitória o Brasil está na liderança do grupo B, que além da Tunísia conta ainda com a Argentina, a Rússia, os Estados Unidos e a França. Na sequência o próximo adversário do time brasileiro será a Argentina, na segunda-feira (26), às 7h45 (horário do Acre).

Deixe uma resposta