thumb torcedorTELEXFREE

Torcedor comemora parceria entre Botafogo e Telexfree

Divulgador botafoguense ainda faz piada com clubes rivais

Em junho do ano passado, após denúncia do Ministério Público Estadual, a justiça decidiu bloquear as atividades da Ympactus Comercial Ltda, a Telexfree. Segundo as investigações, a empresa funciona como uma pirâmide financeira, prática proibida no país. Divulgadores realizaram diversos protestos e chegaram a interditar as principais ruas da capital acreana.

Em novembro, uma audiência de conciliação foi realizada. Por um lado, o MP/AC pediu a devolução do dinheiro e extinção da empresa, mas a proposta não foi aceita. A saída da promotora Alessandra Marques foi tumultuada e uma pessoa recebeu voz de prisão por desacato.

Já em 2014, o caso Telexfree ganha mais um capítulo, dessa vez, dentro dos gramados. Na última quinta-feira, 9, a empresa e o Botafogo carioca firmaram parceria para esta temporada. A logomarca vai estar visível na parte frontal do uniforme.

O investimento é da Telexfree americana. Nos Estados Unidos e em outros países, a empresa está em plena atividade. Já o valor do patrocínio não foi divulgado. A direção do Botafogo preferiu não comentar o assunto que envolve o impasse judicial.

Júnior Melo está feliz da vida. Além de divulgador, também é botafoguense. Agora, ele tem um motivo a mais para vestir a camisa do time de coração. “Hoje é sexta-feira e eu encerro a semana com a camisa do Botafogo só faltou a logomarca da Telexfree. Mas para nós, já é uma vitória”, expressou.

Ele conta que a parceria foi uma agradável surpresa e ainda aproveitou para fazer piada com os clubes rivais. “O Fluminense tropeçou, o Vasco caiu, o Flamengo levantou e o Botafogo vai voar com a Telexfree”, brincou.

Deixe uma resposta